Vendidos 124 pesados para a Transtassi

0

A Transtassi, de Poços de Caldas (MG), acaba de comprar 81 cavalos 2540 e 43 da classe batizada pela Mercedes-Benz como dos “extrapesados leves” – o 1933. A entrega será em partes, até julho, numa operação que envolveu duas concessionárias MB: a Itatiaia, de São Paulo, e a Peres Diesel, de São João da Boa Vista (SP).

Jair Tassi, diretor e fundador: “Nos negócios, ou você cresce ou lhe tiram de campo”

Assim, a Transtassi passará a ter 300 caminhões. O diretor Jair Tassi diz que aproveitou a queda do IPI e os juros baixos para crescer. “É uma imposição do negócio: ou você cresce para continuar no jogo, ou lhe tiram de campo.”

Jair e Alfredo, irmão e sócio, partiram de um Mercedes LP 321 cara-chata na carga líquida. Hoje, aos 42 anos, a empresa dispõe de nove filiais e atua com químicos, líquidos em geral, GLP, gases do ar, CO2, entre outros. Jair se sente à vontade para “apontar o pós-venda da Mercedes como o que dá mais assistência”. Ele tem outras marcas.

Há quatro anos, a Mercedes havia fornecido 43 pesados à Transtassi e a repetição do pedido “consolida a presença do Axor na frota da empresa”, afirma Euclydes Ghedin Coelho, gerente de vendas de caminhões para grandes frotistas da Mercedes-Benz do Brasil.

Compartilhar

Deixe um comentário