Mercedes-Benz contrata Leoncini, da Scania

0

Executivo tem a missão de levar a marca alemã a recuperar a liderança do mercado brasileiro de caminhões

Dentro do plano de recuperar a liderança do mercado de caminhões no Brasil, a Mercedes-Benz anunciou em março a contratação de Roberto Leoncini, até então diretor geral da Scania, para ser seu vice-presidente de Vendas e Marketing de caminhões e ônibus. Ele substitui Joachim Maier, que assumiu a presidência da Mercedes argentina.

No ano passado, sob o comando de Leoncini, o Brasil foi o país onde a Scania mais vendeu caminhões no mundo – precisamente, 17.983 veículos. Isso significou um aumento de 80,9% sobre os 11.078 vendidos no ano anterior, 2012. A participação da Scania no mercado nacional de extrapesados elevou-se, de um ano para o outro, de 23,9% para 32,2%.

18

A Mercedes-Benz ocupou a liderança no mercado brasileiro de caminhões até 11 anos atrás. Desde então esse posto é ocupado pela marca Volkswagen, hoje MAN Latin America.

A contratação de Leoncini completa a fase de renovação da diretoria da Mercedes-Benz: “Nossa equipe ficou mais verde-amarela com a entrada de um dos melhores profissionais do setor de veículos comerciais do

19

Roberto Leoncini

mercado brasileiro”, afirma Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina.

“Seus 26 anos de experiência, especialmente em caminhões pesados, representam uma grande contribuição.”
Roberto Leoncini nasceu em São Paulo e formou-se em Engenharia Mecânica pela Universidade Metodista de Piracicaba (SP), em 1986. Dois anos depois, entrou na Scania, como representante distrital em Vendas de Caminhões.

Mais tarde tornou-se gerente executivo de vendas de caminhões, diretor de vendas de veículos e, finalmente, diretor geral de vendas e serviços. Fez pós-graduação nos Estados Unidos e na Fundação Getúlio Vargas.

Em seu lugar, na Scania, o sueco Mathias Carlbaum será o novo diretor geral. Ele está na Scania desde

17

Mathias Carlbaum: da Europa de volta à Scania do Brasil

1997.

Começou na Suécia, passou pela Itália, República Tcheca e Espanha e em 2005 mudou-se para o Brasil, onde assumiu a direção de Vendas e Marketing de caminhões e ônibus para a América Latina. Cinco anos depois, regressou à Europa, para ocupar um cargo na Scania Ibérica.

“Voltar ao Brasil, desta vez à frente da operação comercial, será um grande e gratificante desafio por ser o principal mercado para a Scania em todo o mundo”, comenta Carlbaum. Ele fala português e espanhol, além de inglês, fluentemente.

Até o dia 1° de julho, data em que Carlbaum assume, a função será exercida por Martin Ståhlberg, presidente da Scania Commercial Operations Americas.

Compartilhar

Deixe um comentário