Novo Kangoo encosta no preço do Fiorino

0

E quem preferir a opção com porta lateral ainda ganhará um bom desconto no preço do equipamento

Já está na rede de concessionárias o novo Renault Kangoo, pronto para aumentar a participação da marca no segmento de furgões leves e consolidar o segundo lugar entre os mais vendidos.

Para encarar o líder Fiorino, que acumula 30 anos de história, a Renault decidiu dar um desconto na porta lateral, item não disponível no modelo da Fiat. Com preço básico de R$ 40.850, mais R$ 1.000 da porta lateral (que custava R$ 1.600), o novo Kangoo chega a R$ 41.850, contra R$ 40.380 do Fiorino. E fica bem mais em conta que o Dobló, também da Fiat, que com porta lateral vai a R$ 46.310.

23

O objetivo do opcional é facilitar a carga e descarga, trazendo mais agilidade e economia de tempo, já que neste tipo de operação é o motorista que faz o manuseio da carga. O gerente de marketing de comerciais leves da Renault, Juliano Machado, estimou, durante a apresentação do novo modelo, que 80% das vendas do novo modelo serão com porta lateral.

O Kangoo também está com nova ambientação interna, novos tecidos nos bancos e, atendendo a legislação, freios ABS e airbag duplo de série.

A Renault diz que o modelo oferece também maior capacidade de carga do segmento: 800 kg em 2,8 metros cúbicos e portas traseiras assimétricas com ângulo de abertura de 180º.

O Renault Kangoo fechou 2013 com 5.562 veículos vendidos, um recorde desde o seu lançamento, em 2000.

Isso representa 17,5% de participação de mercado e um crescimento de 4,7% em comparação com 2012. 

Contribuíram para esse resultado o foco crescente da Renault nos veículos comerciais e a ampliação da rede exclusiva para clientes profissionais, a Renault Pro+, que já conta com 53 pontos no País. Outro diferencial foi a venda direta a grandes frotistas, como Correios e Nestlé, e facilidades no financiamento direto via Financeira Renault.

22

O interior do Kangoo: 2,8 metros cúbicos. E com porta lateral, maior facilidade na operação

Outros trunfos, segundo Machado, são a oferta da cesta básica de peças mais barata do segmento e revisões a custo fixo: a de 10 mil quilômetros, por exemplo, custa R$ 221, e a de 60 mil, R$ 555.

O Kangoo é equipado com o motor 1.6 16V Hi-Flex, que desenvolve potência de 98,3 cv (etanol) e 95 cv (gasolina), a 5.000 rpm. O torque máximo é de 15,3 kgfm (etanol) e de 15,1 kgfm (gasolina), a 3.750 rpm, classificado com nota “A” no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, desenvolvido pelo Inmetro e Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

Compartilhar

Deixe um comentário