Actros fica mais econômico com novo eixo

0

Sem redução nos cubos, o HL-8 melhora o rendimento mecânico e poupa combustível

Dilene Antonucci

Em evento realizado em maio, no autódromo Velopark, em Porto Alegre (RS), com a presença de cerca de 500 clientes, a Mercedes-Benz apresentou suas armas para retomar a liderança do mercado de caminhões, perdida há mais de 10 anos.

São mais de 40 novidades incorporadas aos modelos Atego, Axor e Actros, reunidas no conceito Econfort. Depois da caixa automatizada apresentada anteriormente para o semipesado Atego 2430, o destaque desta vez ficou para o extrapesado Actros.

A partir de agora, o Actros 2546 6×2 vem equipado com eixos traseiros HL-8, para 60 toneladas de CMT, sem redução nos cubos, novidade que se estenderá em breve aos caminhões 6×4 nos modelos 2646 e 2655.

32

A utilização dos eixos sem redução nos cubos melhora o rendimento mecânico, resultando em menor consumo de combustível em configurações de bitrem, com PBTC de 57 toneladas, e bitrenzão/rodotrem, com PBTC de 74 toneladas.

Na opinião de alguns dos empresários presentes, agora sim a Mercedes-Benz tem um extrapesado em condições de igualdade para brigar com Scania e Volvo neste segmento, que responde por 40% das vendas de caminhões no Brasil.

Num vídeo testemunhal apresentado no evento, o empresário Cláudio Adamuccio, do G10, de Maringá (PR), aprovou a mudança ao dizer que testou o novo Actros em sua frota e, além do conforto e da segurança que o caminhão já oferecia, agora as médias de consumo melhoraram, chegando a 2,6 quilômetros por litro na versão 6×2.

A linha Axor também ganhou novos eixos sem redução nos cubos na versão 6×2, funções Mercedes PowerShift, suspensão pneumática no chassi, suspensão a ar e novo interior na cabine-leito, banco pneumático, nova cama e entre-eixos de 3.100 mm para os 2536, 2541 e 2544.

“Queremos a liderança geral nas vendas de caminhões no Brasil, buscando ser também o número um na preferência do cliente”, disse Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil.

Nova Sprinter tem bancos de couro reclináveis

A Mercedes-Benz acaba de lançar a Sprinter 415 CDI 9+1 (nove assentos mais o banco do motorista), aumentando o atual portfólio, que já conta com as versões 15+1, 17+1 e a também exclusiva versão 20+1, a maior do segmento no País.

29

Os principais diferenciais do novo modelo são a sofisticação e o conforto para os passageiros, com destaque para os bancos de couro reclináveis, volante multifuncional ajustável em altura e profundidade, piso acarpetado, ESP adaptativo e airbag. Tudo isso no mesmo espaço da versão 415 CDI 15+1.

31

Carlos Garcia, gerente de vendas: mercado de Large Vans está crescendo

“O mercado de vans de 3,5 a 5 toneladas, as chamadas Large Vans, praticamente triplicou nos últimos anos. Em 2004 eram 13,5%, e no ano passado atingiram 46,5%”, informou Carlos Garcia, gerente de vendas da Mercedes-Benz.

Em 2014, até agora, as vendas da montadora cresceram 8%, comparando com o ano passado, “bem mais que os 5% registrados pelo conjunto do mercado”. Com isso, a participação da Mercedes-Benz, que era de 15% em 2012, subiu para 20,9% em 2013 e este ano já atingiu a meta projetada de 23%, encostando na Renault Master, que é mais barata.

Desenvolvida para o transporte urbano, fretamento, escolar, executivo e turismo, a Sprinter 9+1 chega ao 30mercado com preço sugerido de R$ 139.628,00, considerando ICMS de 12%.

A nova Sprinter vem equipada com o motor Mercedes-Benz OM 651 LA biturbo de quatro cilindros, potência de 146 cv a 3.800 rpm, com torque de 33,6 mkgf de 1.200 a 2.400 rpm, que harmoniza com a transmissão manual de seis velocidades.

Os itens de segurança são de série, como airbags e o programa eletrônico de controle de frenagem e estabilidade ESP, que reduz significativamente os riscos de acidentes, mesmo em situações críticas, por garantir maior domínio e estabili28dade do veículo.

Compartilhar

Deixe um comentário