Mercedes-Benz terá campo de provas

0
 Obra, com custo inicial estimado em R$ 70 milhões, terá 18 pistas de asfalto, num total de 25 km


Obra, com custo inicial estimado em R$ 70 milhões, terá 18 pistas de asfalto, num total de 25 km

Edição 188 – out/nov/2016

A Mercedes-Benz anunciou o início das obras de um campo de provas no Brasil dedicado a caminhões e ônibus. Com investimento inicial de R$ 70 milhões, num terreno de 1,3 milhão de metros quadrados, serão construídas 18 pistas de asfalto, concreto e terra, numa extensão total de 25 km, para os mais variados tipos de testes.

O anúncio foi feito no 66º Salão Internacional de Veículos Comerciais, em Hannover, na Alemanha, pelo presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO na América Latina, Philipp Schiemer, numa entrevista a jornalistas brasileiros.

O campo de provas está sendo construído ao lado da fábrica de automóveis da marca recém-inaugurada em Iracemápolis (SP). “Com este investimento, estamos reafirmando nossa confiança de que o Brasil vai superar seu momento difícil”, disse Schiemer.

O campo de provas permitirá fazer testes e ensaios com o mesmo rigor e padrão técnico dos melhores do mundo, como o que a Daimler mantém em Wörth, na Alemanha.

A terraplenagem já está em execução e o início da operação está programado para o segundo semestre de 2017. Este será o maior e mais completo campo de provas do Hemisfério Sul para o desenvolvimento e homologação de caminhões e ônibus.

A concepção da pista contou com a consultoria da empresa alemã Tilke, parceira da Daimler, e que também faz projetos de pistas da Fórmula 1.

CONSÓRCIO – Outra novidade anunciada em Hannover foi um plano só para ônibus do Consórcio Mercedes-Benz. Antes mesmo do lançamento, 80 cotas já foram adquiridas por empresas de ônibus urbanos de Porto Alegre (RS), negócio realizado em parceria com o concessionário Mecasul.

Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil, disse que o consórcio pode cobrir chassi e encarroçamento. “Esperamos, dessa forma, atender nossos clientes com dificuldades de crédito”, disse Leoncini.

A Mercedes mantém a liderança no segmento de ônibus, apesar da retração do mercado. De janeiro a agosto, vendeu oito mil ônibus, contra 11.600 no mesmo período do ano passado. Mas aumentou sua participação no mercado de 54,3% para 59,4%. O Brasil é o maior mercado de ônibus da Mercedes-Benz no mundo.

Ainda no segmento de ônibus, a montadora anunciou o lançamento da versão do chassi O 500 MDA para ônibus superarticulados com maior capacidade, para mais de 220 passageiros.

“Este novo superarticulado já opera, em fase de testes, no maior BRT do Brasil, do Rio de Janeiro, que é o principal legado de mobilidade urbana dos Jogos Olímpicos para a cidade”, explicou Leoncini.

Compartilhar

Deixe um comentário