Volkswagen com taxas menores que o Finame

0

Urubatan Helou, da Braspress, e Ricardo Alouche: momento bom para negócios

A MAN Latin America, que comercializa os caminhões Volkswagen, apresentou no final de abril em São Paulo a campanha “Vem que tem negócio”, para estimular a venda de caminhões novos.

As facilidades incluem financiamento pelo Banco Volkswagen de até 48 meses com taxa de 0,99% ao mês, mais baixa que a do Finame, que tem girado em torno de 1,17%, e ainda a oferta de um sistema inédito de wi-fi para conectar o veículo gratuitamente por um ano. 

A empresa ainda promete rapidez na aprovação do crédito e diz que oferece as melhores condições de aquisição de usados de qualquer marca para cobrir parte do valor do veículo novo. “Muitos transportadores estão precisando renovar a frota em função dos altos custos de manutenção. Taxas imperdíveis e menor custo operacional é o que estamos oferecendo, ou seja, todas as condições para que os clientes façam suas aquisições agora”, explicou Ricardo Alouche, diretor de vendas, marketing e pós-vendas da MAN Latin America.

Aproveitando essas facilidades, a Braspress acabou de adquirir 100 unidades do Volkswagen Constellation 19.330 Titan Tractor. Deu 30 usados de outras marcas para cobrir parte do custo. “Neste mercado tão exigente e disputado, temos que mostrar agilidade. Investimos na Volkswagen pela boa oferta comercial tanto na venda quanto no pós-venda”, destacou Urubatan Helou, presidente da Braspress.

Os caminhões foram montados sob medida para a empresa, que entrega encomendas expressas de no máximo 15 toneladas e faz mais de um milhão de despachos mensais em 93 filiais: suspensão pneumática, cabine-leito teto alto, segundo tanque de combustível, ar-condicionado e vidros elétricos. “Nossas soluções são sob medida tanto do ponto de vista do produto quanto do ponto de vista comercial. A Braspress é nossa cliente desde 2002 e este lote comprova o acerto desta estratégia”, afirmou Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America.

A MAN está comemorando o crescimento de 40% nas exportações de caminhões e ônibus no primeiro trimestre do ano, em comparação com o mesmo período de 2016. O destaque é o modelo Constellation 17.280, líder de vendas na Argentina, sobretudo para o transporte de grãos. Equipado com o motor MAN D08 com tecnologia EGR, ele dispensa o uso de Arla 32.

As vendas da empresa no México também cresceram 38%. A MAN espera que a exportação de veículos comerciais do Brasil volte aos patamares de 50 a 55 mil unidades por ano, como era antes da crise econômica de 2008.

Compartilhar

Deixe um comentário