DAF pretende dobrar rede concessionária em cinco anos

0

Já foram investidos R$ 200 milhões na expansão da marca

Ralfo Furtado

A DAF Caminhões pretende dobrar o tamanho de sua rede concessionária em cinco anos. Hoje, são 22 lojas pertencentes a 13 grupos investidores. Ainda em 2017, as unidades da marca – entre concessionárias e postos de serviços autorizados – passam de 28 para 32, cobrindo 85% do território nacional.  A empresa já investiu mais de R$ 200 milhões na expansão da rede. Só a nova loja do grupo Somafertil, em Uberlândia (MG), que atenderá toda a região do Triângulo Mineiro, está recebendo investimentos de R$ 2 milhões.

O diretor de desenvolvimento de concessionárias, Adcley Souza (foto), conta que as lojas de Campo Grande (MS) e Contagem (MG) estão sendo ampliadas. Além disso, três novos postos de serviços autorizados vão se somar aos sete atuais. Eles ficarão em Duque de Caxias (RJ), Recife (PE) e em Ji-Paraná (RO). Segundo Souza, esses postos são reconhecidos no mercado pela “qualidade de serviços prestados e conhecimento na área mecânica”.

Nos postos, são atendidos clientes de todas as montadoras por meio da linha de peças multimarcas TRP, do grupo Paccar, ao qual pertence a DAF.  O diretor da Paccar Parts no Brasil, Carlos Tavares, garante tratar-se de produtos tão bons quanto aos originais. As vendas da TRP, segundo Tavares, cresceram 300% este ano.

A disponibilidade de peças no centro de distribuição da DAF em Ponta Grossa (PR) é de mais de 99,5% de acordo com ele. São mais de 800 peças diferentes, sendo que os fornecedores brasileiros representam 93% delas. “Na rede DAF, nenhum caminhão, de qualquer marca, fica parado por falta de peças”, afirma Tavares. E, a partir da Fenatran 2017, que será realizada de 16 a 20 de outubro em São Paulo, os turbos terão dois anos de garantia.

O gerente nacional de pós-venda, Marlon Maues, conta que a DAF já oferece dois anos de garantia para todos os caminhões que fabrica em Ponta Grossa, sem limite de quilometragem para todo o caminhão no primeiro ano e para o trem de força até o segundo ano. “Temos o menor índice de casos de reparo em garantia do segmento em que atuamos, repetindo a reputação internacional da marca”, diz Maues.

A DAF realizou investimento de mais de R$ 500 mil no desenvolvimento de um sistema integrado entre toda a rede de concessionárias e a fábrica, que permite o acompanhamento das manutenções realizadas nos caminhões. A iniciativa possibilita o controle da procedência das peças e mão de obra aplicadas nos reparos. “Com isso, é possível emitir um certificado das manutenções realizadas na Rede DAF, contribuindo significativamente com o valor de revenda do caminhão”, explica.

O diretor de Vendas, Luís Gambim, lembra que a DAF está há apenas quatro anos operando no Brasil, “partindo do zero”, com a fábrica instalada no Paraná, que atualmente produz as linhas do pesado CF e do extrapesado XF.

Sem revelar detalhes, Gambim afirma que a marca prepara novidades para a Fenatran. Uma delas seria um novo produto para o segmento off-road.

Compartilhar

Deixe um comentário