Fenatran 2017: DAF amplia sua cobertura

0
 Em plena ‘seca’ e aos quatro anos de produção em Ponta Grossa, a marca exibe uma rede de distribuidores vigorosa
LUCIANO ALVES PEREIRA
Somados os números de setembro, concessionários da região de Belo Horizonte festejam o que parece ser o fim da mais longa queda de vendas de caminhões desde o início da produção nacional na década de 1950. Houve marca que cresceu 25% desde janeiro, comparando com o mesmo período do ano passado. A previsão de vendas de 50 mil caminhões no Brasil continua valendo. Os extrapesados estão vendendo bem. Os semipesados é que perseveram apáticos, com exceção da Scania. 

A DAF participa da boa onda e relata o atual estágio de montagem da sua rede de concessionárias. Em outubro ela fez quatro anos de Brasil. “A rede vai passar de 28 pontos de atendimento para 32 em 2017”, informa Adcley Souza, diretor de Desenvolvimento de Concessionárias da DAF Brasil. Para os próximos cinco anos, com o horizonte favorável, a previsão é dobrar a rede de distribuidores.

O diretor Adcley Souza: 32 pontos de atendimento até o fim de 2017

Segundo Adcley, os integrantes de rede (22 parceiros pertencentes a 13 grupos investidores) aplicaram mais de R$ 200 milhões em suas estruturas. A 22ª será em Uberlândia (MG), do grupo Somafértil, e vai atender o Triângulo Mineiro. A DAF também conta com sete Postos de Serviço Autorizado (PSA). A montadora está finalizando tratativas com donos de oficinas em Duque de Caxias (RJ), Recife e Ji-Paraná (RO), visando a nomeação de outros PSAs. 

CONTAGEM − Pelas palavras de Adcley, “tais pontos de atendimento são oficinas já reconhecidas no mercado pela qualidade de seus serviços e contam com equipes qualificadas pela DAF Academy”. O esforço da DAF é para cobrir todo o território nacional – meta que já está atingida em 85%, incluindo os PSAs. No seu entender, com esse formato, “conseguimos atender às principais rotas de nossos clientes, com qualidade e dentro dos padrões mundiais da DAF”. 

Coincidindo com o quarto aniversário do início de produção da fábrica em Ponta Grossa (PR), duas concessionárias aproveitam para fazer upgrade de suas instalações e localização. A Caiobá Trucks muda-se para novo prédio em Campo Grande (MS), com maior estrutura de vendas e pós-venda. Em Contagem (MG), a Via Trucks dá um salto para instalações vizinhas bem maiores. 

Conforme disse Sérgio Resende, diretor da Via Trucks, serão 5 mil m² de área construída, em terreno de 20 mil m². A oficina contará com 16 boxes, sendo três passantes. A nova casa será aberta em outubro, prevê Resende. O diretor já fala na primeira filial, pensada para Pouso Alegre (MG), também no eixo da Fernão Dias, explicando que a área operacional da Via Trucks compreende MG, menos o Triângulo Mineiro. 

Compartilhar

Deixe um comentário