- 8-12-2011

Effa Motors lança caminhão chinês da marca JBC


O veículo está à venda com preço sugerido de R$ 49.980

A Effa Motors, marca que atua desde 2008 no mercado brasileiro, está lançando no País um novo modelo de caminhão leve produzido pela chinesa Jinbei (JBC), com capacidade para transportar até duas toneladas. O modelo já está disponível na rede de concessionárias da Effa Motors.

“Queremos ampliar nossa atuação no mercado de veículos comerciais. Este novo caminhão de duas toneladas é perfeito para o transporte urbano de empreendedores individuais e micro e pequenos empresários, reunindo conforto, versatilidade, durabilidade e um preço muito competitivo”, afirma Clóvis Rodrigues, gerente de Marketing do Grupo Effa. O veículo está à venda com preço sugerido de R$ 49.980,00.

A marca Jinbei pertence ao grupo Brilliance Auto Group, criado em 2002, que reúne cerca de 35 mil funcionários em suas inúmeras unidades. Com quase 10 anos de atuação, o Brilliance Auto Group mantém parcerias bem-sucedidas com marcas de prestígio mundial, como Porsche, Toyota e BMW. O novo caminhão Effa JBC é produzido na fábrica instalada na cidade de Shenyang, na província de Liaoning.

A unidade é uma das maiores fábricas de caminhões da China, com perto de 2.200 funcionários e 172 mil m² de área construída. No local são fabricados veículos comerciais com capacidade de carga entre 500 kg e 8 toneladas, que são exportados para cerca de 30 países pelo mundo.

O modelo lançado pela Effa no mercado brasileiro oferece design moderno, bom espaço interno para dois ocupantes e capacidade para transportar até duas toneladas. Com 4.860 mm de comprimento e 1.780 mm de largura, o modelo tem dimensões bastante compactas, o que facilita muito sua utilização em áreas urbanas.

“O novo caminhão da Effa Motors é o modelo mais compacto do mercado com esta capacidade de carga”, explica Rodrigues. Equipado com motor turbo-diesel com intercooler, com 3.2 litros, 103,3 cv de potência (a 3.200 rpm) e 25 kgfm de torque (a 2.000 rpm), o veículo oferece bom desempenho e robustez, sobretudo em áreas urbanas.

Além disso, vem equipado com um bom pacote de itens de série, incluindo cabine escamoteável (que facilita o acesso ao motor), acionamento elétrico dos vidros, ar-condicionado, barras de proteção contra impactos laterais, coluna de direção ajustável, direção hidráulica, travamento elétrico das portas e CD player.

SOBRE O GRUPO EFFA

O Grupo Effa atua no mercado brasileiro desde maio de 2008, quando lançou a marca Effa Motors (www.effamotors.com.br). Em outubro de 2010, a empresa lançou oficialmente no País a marca Lifan (www.lifanmotors.com.br). A empresa está instalada no bairro de Tamboré, em Barueri, na Região Metropolitana de São Paulo, num moderno prédio com seis andares, concentrando ali toda sua operação, que reúne hoje quase 300 funcionários. A rede de concessionária Effa conta hoje com 100 revendas, enquanto a Lifan soma 50 revendedores exclusivos.

 

Share

 

 

subscreva os comentários RSS

Existem 3 comentários para este post

  1. Esta caminhonete ta cara e um absurdo este valor.

  2. tato disse:

    PREÇO SUGERIDO, HUMM, INTERESANTE PARA A DATA DO LANÇAMENTO, HOJE 30-07-2012 COM A REDUÇAO DO IPI NÃO E TÃO ATRAENTE, POREM COM ENTRADA E RESTANTE SEM JUROS TERIA MINHA ATENÇÃO PARA UMA NEGOCIASÃO

  3. Roberto Borges disse:

    Prezados,tenho um EFFA 1.0 carroceria de chapa,veículo bom por se tratar de 1.0,faço várias entregas com até 700 KG,nunca deu tranco e seu motor Suzuki é bom,mas deve ser dirigido por pessoas que zelam pelo veículo,estou agora comprando um JBC 2ton.acredito e tenho certeza que atenderá minhas necessidades,pois se consigo resolver com o de 700kg da effa e agora com o JBC de 2ton.vou ter agilidade nas entregas e com certeza ganhar e ter mais lucros,não se preocupem com comentários do veículo,pois na época que comprei o meu 1.0 só vi comentários de veículo muito fraco e sem peças de reposições,o que já ganhei posso até descartar e guardar como relíquia,não tenham medo e tenham fé que QUEM DORME SONHA E QUEM TRABALHA CONQUISTA.