Volvo trouxe o caminhão mais potente do mundo

0

A Volvo criou um clima de suspense antes de abrir seu estande na Fenatran. E o que havia lá correspondeu à expectativa: era o F16, considerado o caminhão mais potente do mundo.

Eleito o Caminhão do Ano na Europa e com preço estimado em R$ 1 milhão, o modelo é destinado ao transporte de cargas indivisíveis. Tem 750 cavalos e capacidade para tracionar até 250 toneladas. “Antes da feira, nós apresentamos o caminhão às transportadoras de cargas indivisíveis. Ele foi muito bem recebido”, afirma o diretor de caminhões da Volvo no Brasil, Bernardo Fedalto.

A Volvo não tem intenção de produzir o caminhão no Brasil. Por isso, explica Fedalto, não há expectativa de redução do preço. “Somente os impostos (incluindo os 30% de importação) respondem por quase metade do valor”, afirma. Mesmo assim, ele acredita que o veículo será bem vendido no segmento. “O F16 chega num momento em que o Brasil está fazendo muitas obras.” Para o diretor, o F16 trará prestígio à empresa que o comprar.

Na configuração cavalo-mecânico 8×4, ele é equipado com o D16G, um motor de 16 litros, que alcança torque de 3.550 Nm. O motor de 750 cavalos, de acordo com a Volvo, “entrega 2.800 Nm de torque já a 900 rpm”. Depois disso, conforme sustenta a montadora, a curva de torque sobe rapidamente e atinge seu pico de 3.550 Nm a 1.050 rpm. Esse torque continua na faixa plana até 1.400 rpm.

A cabine do FH16 traz o design da nova linha FH lançada recentemente na Europa. Tem grade frontal e maçanetas cromadas, bancos com ajustes elétricos forrados em couro e teto solar como itens de série. A caixa de câmbio de série é a eletrônica I-Shift. O caminhão vem equipado também com a direção elétrica VDS (Volvo Dynamic Steering), servoassistida hidraulicamente.

Tem ainda câmera auxiliar para manobras de ré, freios EBS, freios VEB + Retarder, faróis de xenônio, suspensão traseira eletrônica ECS, geladeira, lanternas traseiras de LED e cor exclusiva perolizada (preto FH16, mystic fjord pearl).

Scania - Consorcio Dreamline
Compartilhar

Deixe um comentário