Poltrona da Marcopolo evita que motorista fique sonolento

0

Scania - NTG Linha

revista-carga-pesada-poltrona-marcopoloRalfo Furtado

Revista Carga Pesada

 

Ela treme, esquenta as costas, sopra e fala ao ouvido. É uma companheira na estrada. E é personalizada: programada para atender o biorritmo e as características de sono de cada indivíduo.  A intenção dos inventores da nova poltrona para caminhões e ônibus desenvolvida pela Marcopolo é manter o estado de vigília do motorista com um “cutucão”, um sopro de “ar frio”, entre outras possibilidades, antes que ele sinta sono.

Segundo Eduardo Kakuichi, projetista de inovação da montadora, normalmente, o horário que as pessoas não conseguem resistir ao sono é entre 3 e 5 horas da madrugada. Todas as funções e os horários em que essas funções entram em atividade são programáveis por um aplicativo instalado no celular, depois de um estudo sobre as características e necessidades do motorista. Para cada um, é programada uma sequência diferente.

A poltrona pode vir a se somar a outros dispositivos e soluções que já existem no mercado, todos visando diminuir os riscos de acidentes provocados pela sonolência ao volante. Entretanto, de acordo com o projetista, todos as opções concorrentes atuam de forma reativa, ou seja agem quando o motorista dá sinais de estar com sono, quando já pode ser muito tarde. A proposta da poltrona da Marcopolo é prevenir, aumentar o estado de alerta do motorista e evitar que ele chegue a ficar sonolento.

Chamado de Antisleep Seat, o sistema foi desenvolvido pela equipe do centro de inovação da Marcopolo em parceria com o Centro Multidisciplinar de Sonolência e Acidentes (Cemsa) e a Woodbridge. Está prevista para chegar ao mercado no segundo trimestre de 2017 e ainda não tem estimativa de preço. Mas já está faturando: ao final do Congresso da SAE, na noite de 27 de outubro, ganhou o prêmio “Destaque Tecnológico 2016”.

Compartilhar

Deixe um comentário