Scania espera crescer até 15% neste ano

0

Scania - Nova Geração

Jantar na P.B. Lopes de Maringá reuniu clientes e diretores da montadora, que comemora 60 anos com série especial do 113

Roberto Barral, Claudio Adamuccio, Nilton Theodoro, Haroldo Martinello, Victor Carvalho, Henrique Gomes e Pedro Barboza Lopes

Durante tradicional jantar de confraternização com um de seus principais clientes, o G10, de Maringá, maior grupo graneleiro do País, diretores da Scania disseram que a montadora espera crescer 15% este ano. O encontro foi realizado no dia 15 de março, numa promoção conjunta da Scania, do Consórcio Scania e da concessionária P.B. Lopes.

A Scania está completando 60 anos de Brasil e acaba de lançar uma série especial comemorativa do lendário 113 com faixa rosa (foto), com apenas 60 caminhões a serem vendidos a clientes tradicionais.

“Embora o mercado como um todo tenha se retraído neste início de ano, nós entramos em 2017 com o pé direito. Janeiro e fevereiro foram meses bons e acreditamos que o segundo trimestre será melhor ainda”, afirmou Roberto Barral, diretor-geral da Scania. Ele diz que a marca aumentou sua participação de mercado, do ano passado para cá, de 12% para 16,2%.

Edson Quaglia, Ademir Bilotti Hoerning, Marco Aurelio Falleiro, Sergio Quaglia, Laurindo Cordiolli, Claudio Adamuccio, Valdecir Adamuccio, Roberto Barral e Pedro Barboza Lopes

Segundo Barral, a Scania tem procurado maior aproximação com os clientes pequenos e médios, uma vez que as grandes vendas de 2012 e 2013 não se repetiram mais. “Apesar de que essa situação parece estar mudando. Os grandes compradores voltaram a fazer contatos, principalmente em segmentos como o agronegócio, bebidas e produtos químicos.”

Barral destaca que os Serviços Conectados Scania, lançados no ano passado, “ajudaram o cliente a conhecer melhor a operação e a tornar seu negócio mais rentável num momento econômico difícil”.

Um dos maiores clientes da Scania no Brasil, o presidente do G10, Cláudio Adamuccio, confirma a eficiência dos serviços conectados. Com eles, segundo Adamuccio, o transportador pode abandonar o “achismo” e conhecer “a realidade” da performance de sua frota. “O fato de estarem conectados evita que o caminhão tenha paradas não planejadas e aumenta sua produtividade.”

O empresário também está otimista em relação a 2017. Para ele, a economia vai começar a se recuperar no segundo semestre, com a queda dos juros e o resultado da safra recorde.

HOMENAGENS – Durante o evento, foram homenageados dois colaboradores da P.B. Lopes de Maringá: Haroldo Martinello e Nilton Theodoro, considerados o melhor vendedor e o melhor gerente da rede Scania do País, respectivamente.

Membro do G10, a Cordiolli Transportes recebeu uma placa pelos seus 40 anos de atividades (veja reportagem na pág. 30).

A diretora geral do Consórcio Scania, Suzana Soncin, ressaltou a importância do consórcio para os negócios da marca: “Atingimos 66% de conversão das cotas para aquisição de produtos Scania”, informou. Ela disse que 55 mil pessoas já participaram das tradicionais excursões que o Consórcio Scania promove para seus clientes. “Teremos novidade no segundo semestre, tanto em destinos nacionais como internacionais.”

 

 

 

Compartilhar

Deixe um comentário