Mercedes-Benz exporta 115 caminhões para coleta de lixo no Chile

0

DAF - CF85 - Interno 3

Vendas da marca para aquele país cresceram 18%

A Mercedes-Benz do Brasil realizou a venda de 115 caminhões Atego 1729, com câmbio automático, para coleta de lixo nas empresas do Chile. São 75 unidades para a Starco Demarco, que utilizará os veículos em serviços urbanos em Antofagasta, Los Ángeles e Vitacura, além de 40 unidades para a Veolia, para operações em Maipú.

“O excelente desempenho do Atego nas regiões montanhosas chilenas, com destaque para a sua capacidade de arrancada e subida e a facilidade de manobra, foi determinante para a escolha do caminhão da nossa marca pelas empresas locais, assim como o conforto da cabina e do câmbio automático”, ressalta Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina. “Além disso, pesaram muito o atendimento e a assistência especializada oferecidos pela Kaufmann, representante da Mercedes-Benz no Chile”.

De acordo com o executivo, essa venda reafirma a importância do mercado chileno para as exportações de veículos comerciais da Mercedes-Benz do Brasil. “O Chile é o segundo principal comprador de caminhões e chassis de ônibus que produzimos aqui no País, atrás apenas da Argentina”, afirma Schiemer. “Na América Latina, atualmente também se destacam o Peru e o Equador”.

Entre janeiro e novembro deste ano, a Mercedes-Benz do Brasil exportou 859 caminhões para o Chile, o que significa um crescimento de 44% em relação ao mesmo período de 2016. Nesses onze meses de 2017, também comercializou 1.261 chassis de ônibus, aproximadamente 18% a mais em comparação com o ano passado.

O portfólio de caminhões produzidos no Brasil para o mercado chileno tem aumentado sistematicamente. Como exemplo, recentemente, o Atego 1726 também passou a ser oferecido a clientes locais na versão off-road 4×4, assim como o extrapesado Axor 2036 4×2.

Exportações da Mercedes-Benz crescem 18% em 2017

A Mercedes-Benz do Brasil exporta seus veículos comerciais para cerca de 50 países de vários continentes. As vendas ao mercado externo cresceram 18% no acumulado de janeiro a novembro de 2017, considerando caminhões e ônibus. Foram exportados 13.220 veículos, enquanto no mesmo período do ano passado o volume atingido foi de 11.213 unidades.

No segmento de caminhões, o aumento de vendas foi ainda mais significativo, com crescimento de 34%, comparando a exportação de 7.491 unidades nos primeiros onze meses deste ano com as 5.609 no mesmo período de 2016. Ao mesmo tempo, a Empresa aumentou em 2% as exportações de ônibus. O volume entregue em 2017 é de 5.729 unidades, ante as 5.604 exportadas no ano anterior.

DAF - CF85 - Interno 3
Compartilhar

Deixe um comentário