Intermediário fica com o dinheiro do pedágio e caminhoneiro, com o prejuízo

5

Scania - Serviço Premiado - 25-04-18

Nelson Bortolin

 

Transportar grãos no Brasil é uma atividade cada vez mais difícil. Principalmente para o elo mais fraco da cadeia, que é o motorista. Estrada ruim, diesel caro, demora para carga e descarga são algumas de uma lista enorme de dificuldades. Pedágio não deveria ser problema para o caminhoneiro, já que a lei encarrega o embarcador desta despesa. Mas nem sempre o dono da carga assume sua responsabilidade. Algumas vezes, ele paga, mas um intermediário embolsa o valor. É o que conta o motorista paranaense Palmino Dias Durval. Ele conversou com a reportagem da Carga Pesada nesta quarta-feira (14) no Posto Cupinzão, em Cambé. Veja no vídeo.

Com a colheita atrasada, os transportadores de grãos vivem expectativas de melhora dos fretes. Segundo o último levantamento disponível do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), realizado na sexta-feira anterior ao Carnaval, apenas 28% da soja havia sido colhida no Estado. Já o Departamento de Economia Rural (Deral) do Paraná ainda nem divulgou o primeiro levantamento, mas a estimativa é de que a colheita ainda não tenha atingido os 5% do total plantado.

“A esperança é que melhore”, afirma José Bento Figueiredo, que é comissionado e trabalha para o cunhado. Na safra anterior, ele chegou a conseguir R$ 100 por tonelada no frete entre o Norte do Paraná e Paranaguá. Nesta quarta-feira, iria carregar por R$ 55. A expectativa dele é que a tarifa chegue pelo menos aos mesmos patamares de 2017 (veja entrevista no vídeo).

Já o sul-matogrossense Orlando Ramon Benites Junior, que na atual safra já carregou de Sorriso a Paranaguá por apenas R$ 180, conseguiu um valor bem melhor nesta semana: R$ 300. “Mas ainda é ruim por causa do preço do óleo diesel e pedágio”. Confira:

Scania - Serviço Premiado - 25-04-18
Compartilhar

5 Comentários

  1. Em toda a minha vida de 63 anos, nunca vi ninguém vender nada com o cliente impondo o preço, se vou a loja de pneu, o dono coloca o preço, se faço seguro, as seguradora coloca o preço, se compro peças, idem, somente nós caminhoneiros é que trabalhamos e vedemos nosso serviço com o cliente impondo o preço que bem entende, mesmo se der prejuízo aceitamos.
    Amigos companheiros sofredores da estrada, não trabalhe se o preço do frete não cobrir seus custos e deixar um lucro para cobri o investimento e trabalho.
    Quando ganhar um “troquinho” a mais, guarde uma parte para te sustentar nos dias ruim.
    NÃO ENTRE EM DIVIDAS PARA NÃO SE TORNAR REFÉM DESSES COVARDES QUE NOS ESFOLAM AO MÁXIMO.
    Comprar caminhão sem ter dinheiro e condições para pagar , acaba morrendo e levando junto toda a categoria.
    Se assim agirmos, teremos condições de trabalhar e negociar o preço justo.

    • Indignação seria a palavra certa, me revolta nós motorista vivermos esta situação, ano após ano, e não fazermos nada para mudar isso, Caminhoneiro! o tempo da escravidão já passou, temos nossa liberdade precisamos sair deste cativeiro, nos tornamos reféns nas mãos destes políticos covardes, criam esta leis só de fachada para favorecimento próprio, sou a favor de greve Nacional do transporte ai quero ver ! vergonha este combustível no preço que esta, vamos fazer valer ” SEM CAMINHÃO O BRASIL PARA”

  2. mas a culpa éra dos governos passado e dos sindicatos que não faziam nada para ajudar i agora caio a contribuição sindical eo governo e outro e ainda não ta bom sem sindicato fico loco de bão agora cada um pra si e deus por nos

    • Welligton da Torre em..

      Verdade, fizeram movimentos para derrubar o governo que era “ruim e corrupto” e agora ninguém faz nada. Fomos manipulados por uma turma de empresários no sentido de melhorar o frete, mas só para eles! Cadê os desinformados que colocavam faixas nas frentes de seus caminhões pedindo “FORA DILMA”? Na época do governo passado o diesel era por volta de 2,30 e agora 3.60 e estamos caladinhos, sem bater panelas, sem fazer nada? E ai turma dos derrubadores vão ficar na mesmice? Cambada de desinformados e midiatizados, faça a parte que cabe a vocês, ou seja; partam para o ataque, obstruam rodovias, desrespeitem as leis e assim as coisas mudam. INDIGNADO ESTOU! Não me deixei ser manipulado por sindicatinhos que só querem a contribuição dos “associados”. Afinal esses sindicatos não prestam para nada a não ser cobrar para imprimir uma porcaria de código para a ANTTT que não suporta uma lavada que já desbota todo e a “puliça” multa quem estiver com ele desbotado!.

Deixe um comentário