Empresas de transporte de Maringá buscam certificação de segurança

0

Scania - NTG Linha

Cidade é sede de grandes transportadoras como Jaloto e Transpanorama, as primeiras do país a conquistarem a certificação

Nelson Bortolin

Auxiliar as empresas a eliminar mortes e reduzir o número de acidentes no trânsito é o objetivo principal da ISO 39001. Em clima de Maio Amarelo, e apesar de ter sido publicada em 2012 e revisada em 2015, até agora somente duas empresas, as transportadoras Jaloto e a Transpanorama, ambas de Maringá (PR), contam com a certificação. Uma terceira, a Hungaro Transportes, da mesma cidade, está em processo para conseguir a ISO 39001.

Uma das explicações para este fato está na realização de um seminário com transportadores realizado pelo Programa Volvo de Segurança no Trânsito (PVST) em 2016 na Associação Comercial de Maringá. Este foi considerado o gatilho para estas certificações.

O consultor Cleverson Forato, da I9Gestão Consultoria e Treinamento, explica que o setor de transporte ainda desconhece os benefícios e o potencial da norma. Por isso, ela ainda não se disseminou. O fato de as três transportadoras serem de Maringá, de acordo com ele, se deve também a um trabalho de divulgação realizado pelo sindicato das empresas de transporte de carga local. “O Setcamar realizou uma iniciativa de apresentar a norma às transportadoras, que se interessaram”, conta.

E deu certo: com a conscientização e as ações educativas e comportamentais, a Jaloto, por exemplo, fez despencar em 80% o número de acidentes e reduziu em 83% o volume de multas na frota, porque diminuiu drasticamente o excesso de velocidade dos caminhões. Um levantamento recente mostrou que mais de 90% da frota de cerca de 300 caminhões está adequada aos limites de velocidade.

Mas Forato defende que os benefícios da ISO 39001 vão além da segurança. “Ela possui mecanismos de gestão práticos e consistentes para a melhoria contínua da performance quanto à segurança, e consequentemente, à melhoria econômica e competitiva por parte das empresas de transporte.”

A implantação da norma, de acordo com o consultor, pode levar de três a dez meses, dependendo da maturidade da gestão de segurança da organização, e custa cerca de R$ 25 mil. “Empresas com certificação ISO 9001 e Sassmaq já possuem requisitos paralelamente atendidos e podem ter maior facilidade na implantação”, explica.

Segundo ele, a Jaloto e a Transpanorama já obtiveram redução do custo de operação e estão negociando descontos com as seguradoras. “No exterior, já é comum as empresas certificadas terem descontos nos seguros. E as duas transportadoras de Maringá estão buscando trazer essa prática para o Brasil.”

Claudio Adamuccio, diretor Administrativo da Transpanorama, Rafael Rodrigues, diretor do Instituto Tecpar, e Valdecir Adamucho, diretor Comercial da Transpanorama: entrega do certificado, dia 11 de abril

O gerente de SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicinada) da Transpanorama, Leandro Pardinho, diz que a empresa recém-certificada já percebe o retorno. “Trabalhar para obter a certificação foi um processo importante, que já trouxe melhorias para o dia a dia de trabalho. Agora, com a certificação aumenta a responsabilidade de todos os colaboradores em manter a segurança no topo da nossa atenção e prioridade”, diz.

HISTÓRIA

A ISO é uma entidade internacional sediada em Genebra na Suiça, cujo objetivo é coordenar a elaboração de normas no meio empresarial com reconhecimento em todo o mundo e viabilizar o comércio entre países através da otimização de requisitos. A ISO mais utilizada no mundo é a ISO 9001, norma focada na gestão da qualidade do negócio, que direciona a definição de processos de modo a atender as necessidades completas dos clientes e possibilitar com que a empresa seja organizada e eficiente.

A ISO 39001 tem modelo de gestão semelhante, porém o objetivo dela é adequar os processos das empresas de transporte para evitar mortes e lesões graves em sua operação.

QUEM FAZ

A I9Gestão é uma empresa de consultoria especializada em gestão de segurança viária e tem participado de encontros em todo o País para disseminar a ISO 39001 e seus benefícios no segmento de transporte, atuando com consultoria para a implementação e realização de treinamentos.

Para obter o certificado, é preciso de um organismo certificador. No caso das empresas de Maringá, foi contratado o Tecpar, que confirma ou não se elas estão aderentes aos requisitos da norma.

Compartilhar

Deixe um comentário