CONCESSIONÁRIA P.B. LOPES: Nilton, o homem Scania

0

Scania - NTG Linha

Os clientes da concessionária Scania em Maringá, a P.B. Lopes, foram recebidos na noite de apresentação da nova geração de caminhões pelo gerente Nilton César Theodoro: “Estamos oferecendo mais que um caminhão, oferecemos uma solução de negócios,” dizia ele aos convidados.
Nilton se referia à tecnologia da nova geração, aos Serviços Conectados, aos planos de manutenção flexíveis e ao driver service. “É um pacote que faz o cliente ter valor agregado com resultados em sustentabilidade e rentabilidade.

E ele sabe do que fala. Natural de Palmital (SP), filho de caminhoneiro e professora, conhece como poucos o transporte rodoviário de carga. A marca Scania está em suas veias. “Nasci (em 1969) praticamente dentro de uma jamanta, como se dizia na época, e fui criando esse amor pela marca.”
O gerente conta que a mãe não abria mão de vê-lo com um diploma de curso superior. “Eu me formei em Análise de Sistema. Cheguei em casa, entreguei o diploma e entrei no caminhão com meu pai, fui para a estrada”, recorda

Ele trabalhou na boleia por alguns anos. Mas teve de abandonar a profissão para acompanhar a mulher que recebera boa oferta de emprego em Maringá. Foi para o Paraná onde se empregou numa empresa de construção civil.

Em 2000, no entanto, o destino o levou de volta para o mundo do transporte. A P.B. Lopes havia conquistado novas áreas como concessionária Scania: uma parte do Estado de São Paulo e Mato Grosso do Sul. “A empresa abriu uma vaga de vendedor em Ourinhos e eu me candidatei. Fui para Londrina fazer a entrevista. Nunca tinha trabalhado com venda. Fui um dos primeiros a chegar e um dos últimos a sair (da seleção). Pensei que não seria chamado”, conta.

Mas a concessionária o escolheu. “Fui selecionado porque tinha conhecimento de caminhão e sabia falar a língua dos caminhoneiros.”

Theodoro mudou-se para Ourinhos para trabalhar na loja recém-aberta. “No dia 1º de fevereiro de 2000 comecei como vendedor na filial. A diretoria viu em mim perfil gerencial e me convidou para assumir a concessionária de Maringá, naquele mesmo ano, em 1º de dezembro.”

O gerente, que é grato à família Lopes por ter confiado nele, também mantém uma relação sólida com o principal cliente da loja, o G10, grupo criado logo que ele chegou a Maringá. “Em 2001, iniciamos a negociação do primeiro lote de caminhões com o grupo, que é um cliente muito exigente. Fizemos um casamento”, brinca.

Segundo ele, a parceria da Família Scania com o grupo maringaense exige inovações. “Nosso propósito é entregar soluções cada vez melhores. Com o G10, conseguimos mostrar que estamos constantemente nos aprimorando”, alega.

Compartilhar

Deixe um comentário