Caminhoneiro denuncia descaso de embarcador

0

Scania - NTG Linha

Fotos enviadas à reportagem mostra precárias condições de banheiros na Ambev, de Jaguariúna

No Mês do Caminhoneiro, bom seria ter apenas notícias boas.

Mas a vida não é fácil para este profissional, que, apesar de carregar o País nas costas, ainda é tratado como cidadão de segunda classe em muitos locais.

As fotos foram enviadas à Revista Carga Pesada por um motorista que passou pela sede da Ambev, em Jaguariúna (SP).

Ali,se quiser tomar um banho enquanto espera carga ou descarga, o caminhoneiro tem de enfrentar água fria e ainda com risco de choque elétrico.

O motorista também reclamou da sujeira dos banheiros masculinos e da ausência de banheiro para mulheres. “Para minha esposa tomar banho, tenho que ficar na porta cuidando”, contou ele, que viaja sempre acompanhado da mulher.

A revista procurou a empresa – maior cervejeira do mundo -, mas a assessoria de imprensa disse que ela não iria se pronunciar.

Compartilhar

Deixe um comentário