FENATRAN: Scania vende 12 caminhões a gás

0

Scania - Consorcio

A grande novidade da Scania na Fenatran deste ano foi seu caminhão R410 movido a Gás Natural Veicular (GNV) ou biometano. Somente durante a feira, foram vendidas 12 unidades. O primeiro foi adquirido pela RN Logística e será usado na rota São Paulo–Rio de Janeiro para o transporte de produtos da francesa L’Oréal. As entregas estão previstas para abril.

Com o novo veículo, a redução de emissões de CO2 pode chegar a até 15% em comparação a similares a diesel, se abastecido com GNV, e até 90% se o combustível for o biometano. “Foi uma grande resposta que os clientes deram para nós, e podemos afirmar que o caminhão a gás é sim viável para o Brasil”, avaliou Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania.

A montadora também anunciou uma parceria com a Ambev, que vai usar dois caminhões movidos a gás em rotas pelo interior de São Paulo, num período combinado de dois anos. A ação tem apoio da Transportadora Translecchi e das concessionárias Scania Quinta Roda e Codema.

Ambos os veículos R410 6×2 são da nova geração da marca e foram implementados com sider para transportar bebidas, sob o comando logístico da Translecchi. Um deles começou a rodar no início de outubro e o outro ficou exposto na Fenatran.

“Os veículos movidos a combustíveis alternativos, como o gás, desempenharão um papel fundamental na mudança para um sistema de transporte mais sustentável. A Scania lidera esta transformação e está empenhada em apoiar seus clientes com soluções rentáveis que contribuam com a sustentabilidade nos âmbitos econômico, ambiental e social”, disse o vice-presidente.

Salli
Compartilhar
DAF - XF105

Deixe um comentário