Aplicativo avisa motorista sobre trechos perigosos

0

Scania - Consorcio

Criado pelo Programa Volvo de Segurança no Trânsito, app emite alerta sonoro toda vez que o veículo chega a 500 metros de lugares onde ocorrem muitos acidentes

Nelson Bortolin

Avisar o motorista toda vez que ele estiver a 500 metros de um trecho campeão de acidentes é a finalidade do aplicativo “Eu rodo seguro”, lançado em setembro pelo Programa Volvo de Segurança no Trânsito (PVST). O motorista pode escolher se quer ser avisado por um bip ou um alerta de voz. E não paga nada pelo serviço. É só baixar o app nas lojas Google Store e Apple Store, de acordo com o sistema operacional do seu aparelho celular

Coordenadora do PVST, Anaelse Oliveira explica que o aplicativo integra o Atlas da Acidentalidade do Transporte Brasileiro, que visa compilar e analisar os dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) relativos aos acidentes ocorridos nas vias federais. “Nosso objetivo foi transformar esses números em informação útil para a sociedade”, conta.

A coordenadora explica que, a partir de 2017, a PRF passou a registrar as ocorrências por meio de georreferenciamento. E, assim, foi possível identificar os trechos mais críticos, nos quais os números de acidentes e mortes são maiores.

A coordenadora do PVST, Anaelse Oliveira: desafio de reunir estatísticas das rodovias estaduais

A expectativa é que o aplicativo ajude a reduzir ainda mais os acidentes. O controle da jornada dos motoristas é uma das atitudes que mais contribuem com a segurança viária, segundo ela.

O porta-voz nacional da PRF, Eder Hommel, diz que os motoristas brasileiros estão mais conscientes quando estão nas estradas. Hommel destaca que o app “Eu rodo seguro” tornou-se um novo aliado na prevenção de acidentes. “É uma ferramenta útil para todo cidadão, em especial para os profissionais que estão o tempo todo nas rodovias. Naturalmente, demos total aval à atitude da Volvo”, elogia.

Os dados do Atlas da Acidentalidade apontam que os trechos das rodovias federais com o maior número de mortos e feridos do País encontram-se nos Estados de Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo.

Santa Catarina e Minas Gerais são os Estados com os trechos mais perigosos em acidentes envolvendo caminhões. O município de São José, na grande Florianópolis, está no topo da lista de acidentes com caminhões. Entre os km 204 e 213 da BR-101, foram registrados 84 acidentes que resultaram em cinco mortos e 72 feridos.

Em Minas, o trecho mais perigoso fica entre os km 469 e 478 da BR-251, próximo a Francisco Sá, onde ocorreram 25 acidentes que deixaram 11 mortos e 87 feridos.

Anaelse Oliveira lamenta o fato de ainda não ser possível fazer a análise das rodovias estaduais. “Cada Estado tem um jeito próprio de compilar seus dados, o que dificulta o levantamento e a análise, mas já começamos a trabalhar nesse desafio de incluir também as rodovias estaduais.”

Salli
Compartilhar
Scania - Nova era de serviços

Deixe um comentário