Iveco Stralis alcança marca de 2 milhões de quilômetros

0

Proprietário do caminhão realizou as manutenções recomendadas no manual e manteve o propulsor Cursor 13, da FPT Industrial, funcionando sem reparos

Marcos Valério do Nascimento, de Ivaiporã (PR), seguiu à risca todas as manutenções recomendadas no manual do seu Iveco Stralis HD 380 4X2, ano 2007. O resultado está registrado no hodômetro: dois milhões de quilômetros. A marca foi atingida sem a necessidade de qualquer tipo de manutenção, além das trocas de óleo e filtro regulares, no motor Cursor 13, da FPT Industrial.

O caminhoneiro roda pelas estradas brasileiras desde 2002 transportando tecidos, e confia no seu bruto para continuar na profissão. “Quando eu for trocar de caminhão, com certeza vou comprar outro bruto da Iveco ”, diz Marcos.

Para Bernardo Pereira, gerente de Marketing de Produto da Iveco , o desempenho do Stralis mostra que o portfólio de pesados da marca, que tem atualmente os modelos das linhas Hi-Road e Hi-Way, mantém o DNA de uma linha robusta e pronta para qualquer operação.

Hi-Road

Nos pesados, a Iveco apresentou o Hi-Road no final de 2018. O caminhão, disponibilizado nas versões 4X2, 6X2 e 6X4, proporciona para o cliente o melhor Custo Operacional Total (COT) do mercado. O Hi-Road tem a menor tara do segmento, o que aumenta a produtividade, já que leva mais carga que os modelos concorrentes, contribui para a redução de custos com combustível e, por consequência, reduz o COT do cliente. O modelo é ideal para operações de médias e longas distâncias e herdou as melhorias que a engenharia da Iveco promoveu na linha Hi-Way, que se destaca pelo baixo custo operacional, com uma nova turbina, nova calibração e aumento de torque no motor.

Hi-Way

A linha Hi-Way, lançada em 2013, evoluiu a partir de pesquisas realizadas com os clientes da marca. A Iveco desenvolveu um pacote de melhorias técnicas que aumentou significativamente o torque e a economia de combustível dos modelos. Essas mudanças contemplaram a turbina, o coletor de escape, o volante do motor e o aumento da eficiência do sistema de arrefecimento, além da calibração geral de motor e caixa. Com o maior torque dos motores, o desempenho dos caminhões melhorou, permitindo, por exemplo, retomadas mais eficientes e resultando em menor tempo médio de viagem e maior produtividade. Além disso, para otimizar os custos operacionais em todas as condições de uso, o cliente tem a opção do “modo econômico”, acionado por meio da tecla ECO no painel, contribuindo para um consumo de combustível mais otimizado.

Motor FPT Cursor 13

Consagrado nas mais variadas aplicações, da agricultura ao transporte de cargas, o motor FPT Cursor 13 foi projetado para entregar máximo desempenho sob altas exigências, com baixo consumo de combustível e robustez. Atributos da consagrada Família Cursor, aprimorada por inovações como turbocompressores de geometria variável, injeção Common Rail de alta pressão e tecnologias revolucionárias pós-tratamento. No Iveco Stralis, o motor da FPT Industrial tem range de potência de 330 cv a 480 cv.

“Estes e outros exemplos de alta quilometragem demonstram na prática a durabilidade dos motores FPT Industrial, projetados para atender condições extremas em diferentes aplicações. Com a manutenção adequada, seguindo o manual de manutenção, utilizando peças e fluídos genuínos homologados pela marca, você pode ter a certeza de ir mais longe”, reforça o diretor de Engenharia da FPT Industrial, Alexandre Xavier.

TrucksControl - Sua Frota
Compartilhar

Deixe um comentário