MB - Sustentabilidade

EUA contratam caminhoneiros estrangeiros

0

Volvo Zero Acidentes

Defasagem de mão de obra é de cerca de 60 mil profissionais

Caminhoneiros brasileiros que desejam trabalhar no exterior podem aproveitar oportunidades nos Estados Unidos. Segundo a American Trucking Association (ATA), a defasagem é de 60 mil profissionais no País e este número deverá aumentar para 100 mil até 2023.

A dificuldade em contratar motoristas faz com que diversas empresas transportadoras e de logística procurem mão de obra de imigrantes. Por conta disso, o governo norte-americano passou a facilitar o visto de profissionais estrangeiros do volante.

Segundo Leonardo Freitas, especialista em imigração e CEO da HAYMAN-WOODWARD, consultoria especializada em mobilidade global, por conta dessa demanda está mais fácil conseguir o visto para trabalhar no país. “Os Estados Unidos estão concedendo mais vistos e abrindo mais oportunidades para estrangeiros trabalharem e se legalizarem de forma mais rápida, utilizando várias categorias de vistos como EB2-NIW, H2B, H1B, J1, entre outros”, afirma Leonardo reforçando que a melhor maneira de começar uma carreira internacional é fazendo uma consultoria com empresas especializadas em internacionalização.

Ainda segundo Leonardo, o processo para pedido do Green Card pode ser realizado de duas maneiras. “É importante que o caminhoneiro tenha a ideia de vir empreender com o seu próprio caminhão nos Estados Unidos e assim facilitando um visto definitivo para ele e sua família, como empreendedor na área específica de atuação. Existem também outros caminhos para conseguir o Green Card, tendo um sponsor, um patrocinador do visto dando oportunidade para os caminhoneiros estarem empregados para uma determinada empresa, que estaria sendo a fornecedora do visto. Nesse caso, o interessado faz o contrato de trabalho com a empresa e então é feita a petição, que leva de 8 a 18 meses para ser aprovada”, destaca.

Leonardo explica ainda que as condições de trabalho para os caminhoneiros nos Estados Unidos são muito melhores do que no Brasil. “O país oferece mais segurança e, além disso, o profissional brasileiro, nos Estados Unidos, pode ter mais versatilidade e sucesso na sua carreira, pois as condições de trabalho seriam mais fáceis e com menos risco de acidentes”, complementa.

Goodyear - Renomadas
Compartilhar
DAF - Homenagem

Deixe um comentário