Goodyear - Kmax S

VIDA NA BOLEIA: Grupo investe em formação

0

Volvo Zero Acidentes

G10 oferece escola para motoristas com pouca experiência

No G10, a experiência na carteira de trabalho conta pontos na hora da contratação. Mas, segundo o RH, não é fundamental. As empresas do grupo de Maringá dão oportunidade até para quem nunca teve emprego formal anteriormente.

“Nada é excludente. É um conjunto que nós olhamos para contratar o motorista. Nós apostamos muito em formação”, afirma Roseli Baroni, gerente de RH da Transpanorama – uma das empresas do grupo.

O G10 mantém uma Escola de Formação, que oferece curso de 30 dias para caminhoneiros que têm pouca experiência. “Os melhores motoristas são contratados e vêm para a empresa como celetistas”, explica.
Além da escola, o grupo conta com o Centro de Treinamento e Qualificação no Transporte (CTQT), para o qual são encaminhados todos os novos contratados. “Eles passam por três dias de treinamento intensivo. Entram no caminhão com a tecnologia que nós temos, com a marca que nós trabalhamos”, afirma a gerente de RH e Gestão da G10 Transportes, Elizandra Andrade.

Questionada sobre os atrativos do G10 para conseguir motoristas, Roseli Baroni cita a idade da frota como um dos principais. “A média é de dois anos e meio para menos”, declara. As empresas do grupo também, segundo ela, prestam suporte 24 horas para os motoristas que estão na estrada. “Temos programas como o Gestão da Boleia, o Rei da Boleira e o Motorista no Pódio. Oferecemos também premiações e bonificações por direção segura”, enumera.

O G10 tem 1.300 motoristas contratados, sendo 38 mulheres. “Quando falamos em motorista mulher, até acelera nosso coração. A tendência é cada vez termos mais mulheres na boleia. Ficamos muito felizes e temos muito orgulho disso”, afirma a gerente.

A motorista Márcia Rodrigues ficou em segundo lugar na última edição do programa Rei da Boleia.
“Para dizer que não tem nenhuma diferença entre o homem motorista e a mulher motorista, a mulher talvez cuide mais do caminhão. Elas personalizam tudo. O caminhão está sempre muito limpinho”, destaca Elizandra Andrade.

De acordo com ela, em todas as funções, as mulheres representam 30% da mão de obra do grupo.

Currículos para o G10 e para a Transpanorama devem ser enviados por meio dos sites:

www.transpanorama.com.br

www.g10transportes.com.br

 

LEIA MAIS

‘É melhor ser empregado’, dizem motoristas

Sobram vagas, mas exigência é alta

Prova de português e matemática

Leis favorecem “máxima exploração” do caminhoneiro, diz procurador

 

Volvo Zero Acidentes
Compartilhar
DAF - Homenagem

Deixe um comentário