DAF - Você em primeiro lugar

Amaggi adquire 440 caminhões Volvo

1

Goodyear - Kmax S

Comercializados pela concessionária Auto Sueco, veículos serão utilizados no transporte de produtos agrícolas para exportação

Uma das maiores produtoras mundiais de grãos, a Amaggi adquiriu 440 caminhões Volvo que serão utilizados no transporte de produtos agrícolas para a exportação. São 400 veículos Volvo FH 540cv 6×4, que levarão a produção das lavouras do Centro-Oeste até os terminais de transbordo da região Norte e 40 caminhões Volvo VM, para tarefas de apoio. Com produção própria anual de cerca de 1,1 milhão de toneladas de grãos e fibras, a gigante do agronegócio está dobrando o tamanho de sua frota de caminhões, que chegará a 600 unidades.

“Estamos expandindo nossa operação logística e melhorando a integração entre os sistemas rodoviário, hidroviário e ferroviário, proporcionando mais economia, aumentando a agilidade e diminuindo o impacto ambiental”, declara Anilton Carmo, gerente de logística da Amaggi. “Após pesquisas no mercado, entendemos que os caminhões Volvo FH seriam os que melhor nos atenderiam na operação”, lembra o executivo.

Maior empresa de grãos e fibras do Brasil e uma das maiores do mundo, com comercialização de 17,8 milhões de toneladas no ano passado, a companhia também está investindo em infraestrutura para garantir a chegada da produção aos armazéns e fábricas. A fim de superar os desafios logísticos da cadeia de grãos, a empresa já conta desde o ano passado com uma nova base em Vilhena (RO), localizada ao lado de seu armazém na cidade. Com 80 funcionários para dar suporte às atividades de transporte, ela serve ainda de apoio para os motoristas. Também para amparar a operação na BR-163, a frota ganhou um escritório provisório em Matupá (MT) até a conclusão das obras da nova base de operações logísticas no município.

Os caminhões passam este ano a operar ainda na BR-163, uma das principais vias de escoamento da safra do Mato Grosso. Parte da frota dos novos Volvo FH rodará no trecho entre Mato Grosso e o Pará, abrangendo regiões mato-grossenses de cidades como Sorriso, Sinop e Matupá, até chegar a Miritituba (PA), onde os grãos são descarregados em uma estação de transbordo e seguem para exportação. A outra parte da frota rodará no Corredor Madeira, entre Mato Grosso e Rondônia, também com destino aos terminais portuários do Norte do Brasil.

Alcides Cavalcanti, diretor executivo de caminhões da Volvo no Brasil

Planos de Manutenção
Os caminhões foram comercializados pela Auto Sueco, concessionária de caminhões e ônibus Volvo no Centro-Oeste do País e a entrega está ocorrendo de forma gradual. Seguindo uma tendência de mercado, os veículos da Amaggi contam com cobertura de Planos de Manutenção Volvo. Atualmente, 8 em cada 10 caminhões vendidos pela marca têm contrato para serviços na Rede Volvo, com mão de obra especializada e peças genuínas.

Os Volvo FH rodarão com uma composição de 74 toneladas de PBTC (Peso Bruto Total Combinado), na configuração rodotrem basculante da Librelato, com duas caçambas de aço com ângulo de basculamento de 40 graus.

“É uma enorme satisfação fechar mais um negócio com a Amaggi, um dos maiores grupos mundiais do agribusiness, que é genuinamente brasileiro”, afirma Alcides Cavalcanti, diretor executivo de caminhões da Volvo no Brasil. Ele diz que o FH é o veículo ideal para o transporte rodoviário de grãos e o caminhão mais vendido do Brasil, contribuindo decisivamente para dar maior produtividade no escoamento da safra da Amaggi.

MB - Mercado
Compartilhar
Cons. Scania - Setembro

1 comentário

  1. Devagar o autônomo está sendo forçado a sair do mercado!
    Ou viramos motoristas de empresas transportadoras, ou saímos do mercado em definitivo para outras profissões.
    Fez-me lembrar a musica; Bom xibom , bom bom, cantado pelas meninas.
    E o motivo todo mundo já conhece: a cada dia o rico fica mais rico, e pobre cada vez fica mais pobre, e o motivo já conhece é que o de cima sobe e o de baixo desce!
    Analisando essa cadeia hereditária, é que o rico cada vez fica mais rico e pobre cada vez fica mais fica pobre.
    A situação está precária, e o motivo todo mundo já conhece; é que o de cima sobe e o debaixo desce….
    Não me recordo bem, mas quem já ouviu lembrará!

Deixe um comentário