VWCO Meteor da Paixão

Comércio eletrônico deve crescer 13% em 2017

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Consorcio-Fenatran2024

Atividade vai impulsionar venda de comerciais leves como a Sprinter que completa 20 anos no mercado brasileiro

Revista Carga Pesada

Começou dia 18 e termina amanhã, 21, a Feira do Empreendedor promovida anualmente pelo Sebrae no Anhembi em São Paulo. A Mercedes-Benz participa do evento com sua linha de comerciais leves Sprinter que está comemorando 20 anos de presença no mercado brasileiro e um total de 125 mil unidades vendidas.

revista carga pesada mercedes benz_nova-sprinter-chassi-bebida bA previsão de um crescimento de 13% no comércio eletrônico deve alavancar as vendas de comerciais leves este ano. Tem sido assim nos últimos anos: enquanto em 2011 foram movimentados R$ 18 bilhões em compras pela internet, para este ano a previsão é que as vendas cheguem a R$ 60 bilhões. Os produtos mais adquiridos por este meio são livros, eletros, cosméticos e perfumes e aparelhos telefônicos. A má notícia que estes números podem revelar é que, neste momento de contenção de custos, quanto maior o comércio eletrônico, menos pontos físicos no comércio destes produtos.

A Mercedes-Benz prevê aumento nas vendas este ano, sobretudo dos modelos chassis com cabina, de 10 a 15% na comparação com 2016. Os números indicam uma mudança de tendência no comercio de leves devido principalmente à restrição de tráfego de caminhões nos centros das grandes cidades: em 2003, 60% dos veículos eram vendidos para o transportes de passageiros e 40% para carga. No ano passado houve mais que uma inversão: 65% para carga e 35% para passageiros.

revista carga pesada werner schaal da mercedes benz

Werner Schaal: vendas de chassi cabine devem crescer mais que vans de passageiros

O cenário foi apresentado pelo gerente da área de vans da Mercedes-Benz,  Werner Schaal,  em recente encontro com a imprensa para apresentar os resultados de 20 anos de presença no mercado brasileiro da linha Sprinter que teve desde o lançamento em 1997 cerca de 125 mil unidades comercializadas. No mundo, desde o lançamento na Europa em 1995, o modelo já atingiu a marca de 3 milhões de unidades vendidas.

“A Sprinter que comercializamos no Brasil tem o mesmo nível tecnológico do modelo oferecido ao mercado europeu ou americano. Temos na Mercedes-Benz uma equipe totalmente dedicada às vans além de sete  concessionárias totalmente dedicadas ao negócio, os vans centers, localizados nas principais capitais brasileiras”, explicou o paulista Schaal durante o encontro.

Com três opções de modelos, os chassis com cabina da linha Sprinter (313 Street, 415 e 515) permitem a instalação de diversos tipos de carroçarias e implementos e oferecem até 22 m³ de espaço útil e carga útil de  2.990 kg. Podem ser equipados com baú, carga seca, baú frigorificado, carroçaria aberta e para bebidas e outros implementos. Com isso, atendem às demandas do setor de e-commerce, como o transporte de eletrodomésticos, eletrônicos, informática, móveis, casa e decoração e cargas fracionadas.

Em 2016, foram comercializadas mais de 4.800 unidades da linha Sprinter no mercado brasileiro. Com isso, a Mercedes-Benz obteve a participação de 26,6%, representando 2 pontos percentuais a mais em relação aos 24,5% de 2015.

São 60 opções de configuração da linha Sprinter formada pelos modelos 313 CDI Street (PBT de 3.500 kg), 415 CDI (PBT de 3.880 kg) e 515 CDI (PBT de 5.000 kg). As opções de entreeixos são três: 3.250 mm (curto), 3.665 mm (longo) e 4.325 mm (extra-longo) que possibilitam mais de 60 versões de configuração de acordo com o modelo, entreeixos, altura interna e outros itens.

Entre os diferenciais da Sprinter a Mercedes-Benz destaca recursos como o Programa Eletrônico de Estabilidade ESP Adaptativo 9i, com integração dos sistemas ABS, ASR, BAS e EBD, freios a disco em todas as rodas, airbag para motorista (série) e acompanhantes da primeira fileira de bancos (série ou opcional, conforme o modelo), ar condicionado (série ou opcional), rodas em liga leve (série ou opcional), piloto automático (série ou opcional), volante ajustável em altura e profundidade, volante multifuncional, rádio CD/MP3 com conexão Bluetooth, SD Card e AUX-In, fechamento central das portas por controle remoto, vidros, travas e retrovisores elétricos e faróis de neblina com assistente direcional.

Para 2017 a empresa estima um crescimento entre 5 e 10% no mercado total de “Large Vans” (3,5 a 5 toneladas de PBT) com a comercialização de chassis com cabina, furgões e vans.

Truckscontrol
Compartilhar

Deixe um comentário