DAF - Oportunidade 2024

Diesel S10 ainda está 18% mais caro que há um ano

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Consorcio-Fenatran2024

Em janeiro, segundo a Ticket Log, preço caiu mais 1,14%

O mais recente Índice de Preços Ticket Log (IPTL), referente ao período de 1º a 27 de janeiro, apontou nova queda no preço do diesel nos postos brasileiros. De acordo com o levantamento, a redução foi de 0,96% para o tipo comum, que fechou a R$ 6,77, e de 1,14% para o S-10, comercializado a R$ 6,87, se comparado ao mês de dezembro.

“O movimento de queda no valor do diesel, que teve início em dezembro, se manteve no primeiro mês do ano. No entanto, quando comparamos com os preços registrados em janeiro de 2022, o valor médio está 17% mais elevado para o diesel comum e 18% para o S-10”, revela Douglas Pina, diretor-geral de Mobilidade da Edenred Brasil.

Na análise por região, com exceção do aumento na média do diesel comum (0.21%) no Centro-Oeste, houve redução no custo dos dois tipos de diesel em todas as demais localidades. No entanto, as médias mais elevadas foram encontradas na Região Norte, de R$ 7,23 (-1,38%) para o comum e R$ 7,35 (-1,63%) para o tipo S-10. Já os postos do Sul apresentaram os preços mais baixos, com o diesel comum a R$ 6,32, após queda de 0,16%, e o S-10 a R$ 6,42, com redução de 0,09% em comparação ao mês anterior.

No comparativo por estado, assim como em dezembro, o diesel comum mais caro foi encontrado em Roraima, a R$ 7,74, mesmo após redução de 3,31%. Já nos postos do Rio Grande do Sul está o combustível mais barato, a R$ 6,21, depois da queda de 1,55% durante o mês de janeiro. O maior aumento (3,17%) para o tipo comum aconteceu no Distrito Federal, onde passou de R$ 6,76 para R$ 6,97. Já no Maranhão, o combustível registrou a maior redução, de 3,78%, passando de R$ 6,93 para R$ 6,67.

No levantamento sobre os maiores e menores preços médios para o tipo S-10, Amapá e Rio Grande do Sul se destacaram novamente. No estado do Norte, que possui o valor mais elevado, o combustível foi encontrado a R$ 7,92, após redução de 2,71%, enquanto no Rio Grande do Sul, em decorrência de uma queda de 1,45%, o valor do diesel S-10 fechou a R$ 6,32, a menor média do País. O maior aumento para o tipo do combustível, de 3,69%, aconteceu na Bahia, elevando o valor de R$ 6,61 para R$ 6,86. Já a maior redução, de 3,70%, foi registrada em Roraima, onde o combustível foi comercializado a R$ 7,89.
O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log.

Truckscontrol
Compartilhar

1 comentário

  1. Interessante que o preço do diesel na Bahia foi onde aconteceu o maior aumento!
    Mas a retorica era “se privatizar o preço cai”. Em Manaus onde o preço do GLP era somente 0,8% maior que os demais estados do Brasil, um dia a pós a entrega da refinaria de Manaus, antiga REMAN ao Grupo Atem e, Hoje Refinaria do Amazonas Ream o preço desse combustível necessário a inúmeras famílias chega a ser maior que o resto do pais em 37% confirmo noticiário.
    Isso mostra o erro absurdo de entregar o patrimônio brasileiro ao capital privado!
    Há mas se privatizar estimula a concorrência, quem ira concorrer com a REGAP em MG e a Refinaria da Bahia, antiga RLAN, onde só existem elas?
    Em fim: estão entregando a galinha de ovos de ouro as raposas e os ovos ao gambás!

Deixe um comentário