VWCO Agrishow

Sucessores investem em inovação

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Consorcio-Fenatran2024

Nelson Bortolin

A segunda geração da IC Transportes, que tem Fernanda Camargo Sarreta como vice-presidente administrativa, quer unir valores gerados pelo fundador Ivan Camargo com projetos inovadores. Assessorada pela consultora Suzana Soncin, a transportadora deu início a um projeto de transformação digital no ano passado. E vem se empenhando para disseminar a cultura da inovação entre os colaboradores.

“O objetivo é começar a abrir a mente das pessoas para que saibam que inovar não é descobrir um planeta novo, que inovação se faz nos pequenos processos, que não precisa ser uma coisa complexa”, afirma a vice-presidente administrativa da empresa, Fernanda Camargo Sarreta.

Uma das formas encontradas pela transportadora para difundir novas ideias foi reunir os funcionários em grupos para discutirem temas e apresentarem soluções. “Foram aprovadas cerca de 20 propostas”, conta.

Além disso, a vice-presidente reúne as lideranças todos os meses para alimentar a cultura digital. Ela também gosta de manter o diálogo com os motoristas da empresa e suas esposas. E tem usado as ferramentas eletrônicas para ajudá-la nessa tarefa. “Faço um bate-papo virtual com os motoristas antes de eles saírem para o trabalho. Falo dos valores, da importância deles.” E também realiza lives no Facebook.

Fernanda não para de estudar. E vem participando de capacitações dentro e fora do Brasil. Um pouco antes da pandemia, foi fazer curso no Vale do Silício, nos Estados Unidos, região considerada a “meca” internacional da tecnologia e inovação. Também antes da pandemia, participou do #NXTGEN, do Consórcio Scania, voltado a jovens dirigentes de empresas de transporte.

Fernanda e o irmão Ivan Luís Camargo

A empresa, que completa 40 anos em 2022, quer mudar, mas manter seus valores. “A gente sempre reforçou que é importante inovar nossos processos, mas nunca perder nossos valores, nossa essência, que nos trouxeram até aqui. Não podemos perder essa bagagem”, ressalta.

Fernanda e o irmão Ivan Luís Camargo, vice-presidente comercial, estão cada vez mais assumindo a gestão da empresa. “Meu pai está se desligando aos poucos”, explica. Os irmãos procuram juntar a experiência do fundador Ivan Camargo, “que sempre foi muito valiosa”, com suas ideias inovadoras. “Eu acho que essa junção é perfeita. Tem de saber usar o ponto forte de cada geração.”

DESAFIOS

Para a empresária, um dos maiores desafios da transportadora é se manter atualizada e entender as necessidades do cliente, cujas “dores” vão mudando com o tempo. Outro desafio é manter a cultura dos colaboradores uniforme em todas as unidades. “A gente é muito distribuído geograficamente, do norte ao sul. Precisamos manter a IC de Sumaré igual à de Salvador, com o mesmo padrão de atendimento”, afirma.

Ser mulher nunca foi um problema na carreira da vice-presidente. “Eu nunca senti dificuldade por ser mulher. Sempre fui muito respeitada”, afirma, ressaltando que a participação feminina está cada dia maior no setor de transporte. “Eu não percebo que minhas funcionárias sentem essa dificuldade. A maioria das lideranças administrativas é formada por mulheres.”

A empresária admite, no entanto, que a presença feminina na área operacional do transporte ainda é pequena.

A IC atua no transporte a granel de sólidos (fertilizantes, grãos e etc.), líquidos (combustíveis e produtos químicos) e gases (oxigênio, hidrogênio e etc.).

Truckscontrol
Compartilhar

2 Comentários

  1. Ezequiel Ribeiro Custódio on

    A empresa é só elogios imagino ser o sonho de qualquer motorista ,atuar em uma das maiores empresas na área do transporte a única coisa que vejo que ela mudou um pouco seus conceitos em relação a formar seus motorista dar aquela oportunidade para quem quer iniciar nessa área lapidar o motorista de acordo com os critérios da empresa eu imagino que se a empresa continua crescendo que Deus abençoe seu crescimento sempre ? um dia vai acabar não tendo essa mão de obra ( motorista) pois os que lá estão um dia vão se aposentar e nós que não temos a experiência que é solicita nunca teremos essa oportunidade de aí ingressar pois sei que a IC um dia teve essa iniciativa de forma seus motorista hj ela está igual as outras exigindo experiências agradeço a oportunidade de poder dar minha opinião muito obrigado

Deixe um comentário