VWCO Meteor da Paixão

MUBC pede redução do tempo de descanso

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Consorcio-Fenatran2024

BR277 - FOZ DO IGUACU, 18/05/2010 - VIDA E CIDADANIA

Nelson Bortolin

O Movimento União Brasil Caminhoneiro (MUBC) participa no próximo dia 19, em Brasília, de uma reunião visando mudanças na Lei 12.619, a Lei do Descanso. A reunião será com a bancada do transporte rodoviário de carga, grupo que, segundo o presidente do MUBC, Nélio Botelho, reúne quase 70 deputados federais, sob a coordenação de Nelson Marquezelli (PTB-SP).

A ideia é que a Câmara aprove um projeto de lei reduzindo de 11 horas para 8 horas o tempo de descanso entre dois dias de trabalho previsto na Lei 12.619. Junto com representantes da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), Botelho levou o pedido à ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, dia 25 de janeiro. “A ministra disse que apoia nosso pleito, mas que esta é uma questão a ser resolvida no Congresso”, afirma.

O MUBC é a única entidade de caminhoneiros que vêm se manifestando contrária a lei. “Não é que somos contra, é que ela é impossível de ser cumprida. Como está, vai provocar um aumento de frete bastante elevado, vai exigir o dobro de frota de caminhões, o triplo de motoristas e já estamos com falta de profissionais”, ressalta.  Para ele, a lei vai “complicar totalmente a economia e parar o País”, no momento em que será colhida uma safra recorde.

Questionado se o aumento nos fretes não beneficia o próprio transporte de carga, ele diz que não. “É um aumento de frete para cobrir os custos adicionais da lei e não vai para o bolso nem dos donos de transportadoras, nem dos caminhoneiros”, afirma.

De acordo com ele, com 8 horas de descanso, o impacto será menor.  “Quando houver pontos de parada para os caminhoneiros descansarem, até podemos pensar em 11 horas”, declara.  Botelho afirma que a alteração deve servir tanto para autônomos como para motoristas empregados. “A lei não deveria diferenciar as duas categorias. Somos todos trabalhadores”, ressalta.

Mas os deputados ligados ao agronegócio e ao MUBC querem uma mudança mais rápida: através de Medida Provisória editada pelo governo.  “A tramitação de um novo projeto seria muito demorada e burocrática, precisamos de uma medida mais ágil e de efeito imediato”, diz o deputado federal Valdir Colatto (PMDB/SC), em nota enviada à imprensa.

Segundo ele, a lei prejudica “especialmente a agricultura, que se encontra em plena colheita de grãos”. “Isso será sentido no bolso do consumidor, que pagará ainda mais caro pelos alimentos, uma vez que o frete sofrerá um aumento cerca de 50%, inviabilizando o transporte brasileiro”, declara.

A Lei 12.619, sancionada no ano passado, é fruto de debates promovidos pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e conta com o apoio da NTC&Logística, associação nacional que representa as maiores empresas de transporte de cargas do País. E também com o apoio de várias entidades que representam os caminhoneiros empregados e autônomos, como a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Terrestres (CNTTT), da União Nacional dos Caminhoneiros do Brasil (Unicam) e da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), que congrega os Sindicam´s.

Truckscontrol
Compartilhar

32 Comentários

  1. coloquem os donos de transportadoras eos plantadores de soja para dirigirseus caminhoes.liberem eles para rodar 24 horas direto,quem sabe assim morran todos estes miseraveis unhas de fome que so querem escravizar esta classe tao sofrida. NOVA LEI JA………….

  2. se já se projeta um aumento de 50 por cento no frete, como que não será bom para a categoria,eu acredito que uma classe organizada, e uma lei como esta sendo fiscalizada  em todos os cantos do nosso pais será bom para todos , pois toda lei é boa, se tiver frete compatível para que possa ser cumprida a mesma

  3.  Caminhoneiro????, e vocês são empresários!!!! o que esta tal entidade quer na verdade é que continue matando gente e enchendo os bolsos deles de dinheiro! chega de escravidão!!! acorda deputados!!!

  4. Vilson Rodrigues on

    Esse Nelio Botelho deveria mudar de sindicato, ir para um patronal pois suas alegações são totalmente desfavoráveis aos transportadores autônomos, ele só enxerga  o prejuízo dos empresários e como ficamos nos autônomos, deve se sim ter um aumento de fretes pois as transportadoras ficam com uma fatia em casos de 50% a 100% do frete por nos transportados, não precisa ter aumento no custo final, é só eles baixarem seus lucros, elas conseguem chegar nos bancos e comprar caminhões com taxa de 2,5% ao ao enquanto os autônomos tem que mendigar e pagar taxas de 12% ao ano para aquisição de veículos novos, de 2008 pra cá a soja subiu  30 para 80 reais a saca, o patrimônio dos fazendeiros triplicou as empresas de transporte compraram caminhões como se compra ovos na feira, de 20 até 50 unidades de uma só vez, e dos autônomos, a frota nossa ta cada vez mais sucateada, quem sabe se ele sair de traz da mesa e rodar pelo Brasil, conversar com os caminhoneiros, deixaria de fazer besteira e falar de coisas que só acontece no papel.  

  5. POIS E SO MANDA O SENHOR VALDIR COLLATO E O SEU NELIO BOTELLO TRABALHAR 16 HORAS POR DIA DURANTE 35 ANOS COMO EU PRA VER SE ELES AGUENTO O TRANCO NINGEM NO BRASIL TRABALHA ESSAS HORAS PORQUE MOTORISTA PROFISSIONAL ELES QUEREM QUE TRABALHE SO PRA PAGA DIVIDAS DE PATRAO PODERIAM INFORMAR QUANTO ESSA TURMA ESTA LEVANDO POR FORA

  6. (De acordo com ele, com 8 horas de descanso, o impacto será menor.  “Quando houver pontos de parada para os caminhoneiros descansarem, até podemos pensar em 11 horas”, declara.  Botelho) Essa declaração é absurda, “até podemos pensar” parece estar dando ordens para a presidente Dilma…Tudo indica que teremos que continuar trabalhando com valores de fretes abaixo do custo. Visitem nosso blog e vejam quanto custa rodar com um caminhão “cooperfax.blogspot.com.br” e vejam “tabela de fretes 2012” que a competente equipe da NTC&LOGISTICA elaborou em agosto/2012.

  7. apoiado, os politicos tem que ver realidade ja fui camioneiro hoje sou micro empresario no transporte com 10 horas de trabalho no volante so vai gerar mais problema no transito correto e se trabalhar das 06.00 hora da manha as 20.00 horas  com com 3 horas de descanso sendo que motorista pode optar para descansar no hoario do meio dia  neste horario vai dar ate economia p/empregador, fato de ser muito calor.acaretar custo com desgastes de pneus. sou contra esses doidos que viajam dia e noite sem parar as vees se drogando p/chegar no destino e voltar mais doido ainda p/carregar novamente,neste horario que citei nao vai dar exesso de trabalho e tem muito tempo p/descansarneste hraio

  8. As declarações  do Sr  Nélio Botelho, transcritas na reportagem, não causam mais espanto. Todo mundo já sabe que o MUBC é um sindicato de fachada, formado por testas de ferro das garnedes transportadoras e pelos infames exploradores de trabalhadores do agronégócio. Até as pedras sabem que os motoristas de caminhão no Brasil, principalmente o pessoal que trabalha para as empresas que transportam a safra, são verdadeiros escravos, com jornadas absurdas e os direitos trabalhistas básicos desrespeitados. Lembram da tal “viùva de marido vivo”? Pois é, são centenas, milhares delas, que muitas vezes, acabam por se tornar víúvas de verdade, pois o marido morreu vítima de acidente. Acidentou-se porque? Por que dirigia com sono, sob efeito de rebite, por excesso de trabalho. Na verdade, por trabalho escravo. Quando leio declarações ( ou seria aberrações?) e pontos de vistas tão retrógrados, ultrapassados e tacanhos como estes do Sr Nélio Botelho, sobre uma lei que já deveria existir há muitos mais tempo, que veio agora  para tentar  reduzir a exploração do caminhoneiro brasileiro, e que ainda se diz defensor dos interesses dos caminhoneiros, dá vontade de vomitar. Sinceramente, espero (e rezo) para as alterações pleiteadas não encontrem respaldo. Viver de transporte no Brasil já não é fácil, e com esses urubus sobrevoando nós caminhoneiros, a situação fica mais desalentadora ainda. Só Deus mesmo.  

  9. na minha opinião antes dessa lei ser cobrada de nos motoristas e autonomos, deverião se preocuparem primeiro na melhoria dos fretes o qual esta muito defazado…

  10. 8 horas de descano= -1 hora pra toma banho que depende do lugar tem fila – 1 hora pra janta = 6 HORAS DE DESCANSO isso é só no brasil mesmo que acontece    

  11. Porque só se fala na jornada de trabalho,e nao se fala na salário que dizem que é para ser fixo???cobrem primeiro um salario digno para depois uma jornada que o cidadao possa trabalhar e nao faltar o sustento à sua familia……

  12. edebrado dalacorte on

    E  brincadeira :tam tentado mate os escravo mesmo.querem continua fazedo os motoristas trabalha dia e noite, e alegam falta de motorista ,e so pagar um salario digeno que aparese  agora pa pasa fome nao tem jeito , vai falta mais ainda. a botelho.voce me envergonha.

  13. É muito lamentável ouvir uma noticia desta meu amigo, nós todos estamos lutando para conseguir um frete melhor para não precisar ser escravizados e massacrados agora o sindicato que se diz ser sindicato de autonomo o óleo teve reajuste ate hoje ninguém reajustou o frete condo a gente fala que não existe representante para a nossa classe muitos ficam com raiva mais a verdade é esta isto e muito triste pede um votação  para nós que estamos perdendo nossos caminhões que não conseguimos nem pagar as contas mais sera que voltar rodar 24 horas usando drogas vai resolver o problema isto e ideia de louco se o Brasil não tem condições de pagar um frete digno para um trabalhador que onde ser mais escravizado e melhor proibir a circulação de caminhões que esta modalidade já esta defasada. 

  14. temos que ter cuidado com este BOTELHO presidente do MUBUC , que na greve dos 16 dias ele se vendeu, pois terminou a greve num dia e aumenterão o diesel no outro dia e ele não disse nada, pois ele se vendeu por 6 conjuntos de caminhões, isto me disse o PADILHA que era ministro dos TRANSPORTES na época, e agora ele vem defendendo i interesse das empresas , por isso que ele não quer a lei, pois se aumentar o frete em cinquenta´por cento isto vai beneficiar quem , que eu saiba é o caminhoneiro, mas ele é safado, mesmo, pois , ele com com o poder de influencia dentro do governo, na época foi no MTE em BRASILIA ,´precisamente no dia 6 de novembro de 2009, mecheu nos documentos de nosso  sindicato, protocolados lá em andamento para sair a nossa carta sindical, tirou os originais, e dai foi arquivado o nosso processo, e dai em fevereiro de 2010, ele mandou a comandita dele para cá em URUGUAIANA, MARCO SCHERER< LITI< DR RENATO< para fundarem um sindicato aqui,e tentaram, mas a justiça é sábia e deu nos dedos deles, por isto eu digo este é MERCENÀRIO, ele não tem escrupulos, ele só defende o interesse sómente dele, onde ele vai se beneficiar, e se haver fiscalização mesmo para valer, acredito que vai organizar , a classe, com o cumprimento da lei, e fortalecer, só oque precisamos é que nossa FECAM< , CNT, ABICAM,CNTTT,UNICAM com o CHINA, e todos que nos representão e dem um para te quieto, neste SAFADO DO BOTELHO, inclusive o governo tem que abrir os olhos, pois ele só quer fazer greve, pois o que me consta é que já está  programada   uma para março.

  15. Boa tarde Concordo que oito horas independente de uma mais sete ou oito horas diretas seria razuavelmente suficientes pra poder encontrar local pra estacinar e permaneser o tempo peso que nos deixe trabalhar e não levar o transporte e autonomos a falencia inflacoinando tudo ja não temos segurança e querem piorar as coisas

  16. mubc e sua patotinha so estão preocupados com aumento da alimentaçao bem c o frete aumentar rs 90.00 por tonelada o preço por kilo é de 0.90 centavos. A patotinha do agronegocio nunca fizeram um pátio eum banheiro descente ou um ponto de apoio para a familia que viaja junto. A MUBC è contra o motorista querem que ele trabalhe mais e fique longe da família. Parece que o SR BOTELHO tem caminhao que briga tamto contra nos. No corredor da morte entre RONDONOPOLIS E SORRISO todo dia tem acidente e agora. VC QUE NAO SABE OQUE E UM CAMINHAO VEM FAZER UM TURISMO NO MATO GROSSO DENTRO DE UMA GABINE. OBRIGADO

  17. SERA QUE SE A RECEITA FEDERAL FIZESE UM PENTE FINO NAS EMPRESAS DE TRANPOTES E NOS AUTONOMOS NAO IRIA ACHAR MUITAS FALCATRUAS AI IRIA MUDAR O CONSEITO DO TRANSPORTES NO BRASIL SE NA MAIORIA DOS CASOS POGAM 10 PORCENTO DA EM TORNO DE TRES MIL E QUINTOS REAIS E O OLERITE E DE 1300 REAIS E A DIFERENÇA NUNCA APAREÇE

  18. essa MUBC,mais parece movimento dos empresários do transportes.sou carreteiro a 22 anos e agora que temos algo,pra tentar nos favorecer esses ???? querem inventar baboseiras.rodei 7 anos na Europa e mesmo com crise la se cumpre tudo o querem implantar aqui,fico triste e peço a DEUS pra mim tirar da estrada pois meu entusiasmo acabou.trabalho em uma empresa onde já cumprimos esta lei a anos,e nem um motorista reclama e a empresa a agradece.

  19. Bom dia a todos era uma boa colocar esse que pensam que motoristas não são gente e colocar eles pra transportar o do produtos sou motorista carreteiro a Dezessete anos e a cada sua que passa somos. Mais humilhados por todos donos de empresas transportadoras policia a própria mídia pessoas  do escritorio da empresa que trabalho trata motorista pior que cachorros pelo que já presenciei não e do aqui tem que ter alguém para olha para nossa classe e nos defender e não f. não temos profissão regulamentada não que eles não merecem mas ajudante ganha mais que motorista na carteira e todo dia esta em casa dormindo  com a família e ninguém fica criticando eles infelizmente hoje tenho vergonha de dizer que sou caminhoneiro porque para todos caminhoneiro não presta vagabundo na visão da mídia tem mais valor do que motorista essa lei  tem que valer sim e acabar com tal de comissão e ter salario bom na carteira salario digno do motorista merecem e muita responsabilidade que um motorista tem para pouco valor !!!!!!

  20. Quem fica falando o que não sabe é melhor ficar calado. Fica vocês ai que estão reclamando 11 horas parado dentro de um caminhão por melhor que seja em um patio de posto cheio de ladrão, poeira, puta, comida ruim e cara e etc.E outra coisa, quem disse que frete vai aumentar!!! Esquece disso!!!

  21. POIS E SEU ALESSANDRO E SO FAZER COMO EU COMPRAR  UM PC E FIGAR LIGADO NO QUE ACONTECE NO MUNDO QUATO O SALARIO E SO FASER A CONTA 1360 REAIS MAIS 1200 DE DIARIAS  MAIS U MENOS 570 REAIS DE HORAS EXTRAS MAIS UM TERÇO DO VALOR  DE UMA HORA NORMAL POR TEMPO DE ESPERA PARA CARGA E DESGARA VAI DAR UM SALARIO DE MAIS OU MENOS DE 3700 EAIS VAI TRABALHA 16 HORS QUEM QISER PORQUE A MAIORIA DOS HREOIS SO SABE FALA MAS PARA PRA PENÇA E FASER CONTAS NAO TM TEMPO E TENHO DITO

  22. Oscarlino gomes da silva on

    Ate agora so falaram de frete, e o descanso do Professional do volante, como fica nos nao temos salarios nao, niguem falou em salario do motorista, cade as areas de descanço tem algumas ja feitas ou em construçao? nao tem eu rodo no brasil do sul ao nordeste nao vejo nenhuma area em construçao 

  23. pois ta a maioria ta querendo  local com banheiro e demais dependências porá parar pois e so ver banheiro novo quebram portas roubam chuveriro precisa ter sempre um ou mais guarda e ainda assim mesmo aprontam

  24. A LEI É CLARA... on

    Tem um monte de comentários questionando quanto ao valor do salário após a nova Lei. Pessoal a nova Lei é muito clara: Salário Base de cada Sindicato + horas extras realizadas + horas de espera realizadas. Como agora é obrigatorio o controle do tempo de jornada iremos receber exatamente pela quantidade de horas que trabalhamos, lembrando que existe os bancos de horas para ajustar o pagamento das horas extras. Além disso é somente as diárias, lembrando também que a nova Lei isenta o empregador que fornece veiculo cabine leito de pagamento da pernoite. É só parar de ficar sonhando e ler a Lei, tá tudo lá. Vamo pro pau minha gente vamo trabalha pro Brasil não quebra. Quem trabalha certo vai ganhar o seu sustento. Deixo aqui minha opinião, Pra min a Lei deveria permitir até 4 horas extras por dia, ficaria bom pro patrão e excelente pro empregado, pois não é todo dia que estamos rodando, se perde muito tempo nas cargas/ descargas.

  25. Não se enganem Senhores Motoristas, ninguem está preocupado com a categoria, por parte do Governo o que interessa é a arrecadação, para o Sindicato é morder de alguma forma, isso ai é tudo balela, incenação,  o que mais faz mal ao caminhoneiro, não é a falta de descanso, e sim o “descaso”.Sair do MT com grãos
    para Santos, é uma aventura com a
    saúde e com o caminhão, pois será que temos descanso a cada 4 horas? ou
    precisamos rodar seis ou sete horas para descansar … Tem como tomar um
    banho com água quente num ambiente limpo? ou corremos o risco de levar
    alguma infecção prá casa… Será que meu colesterol e Stress não sobem a cada
    pedágio com preços abusivos? a Lei que permite que nós restituamos esses
    valores no IR está parada em alguma gaveta… , Qando chegar no destino,
    consigo descansar em local seguro? ou sou obrigado a ficar bem acordado
    para não perder o estepe, ou tomar uma multa por estar em fila dupla,
    não que eu queira! ou ser assaltado por traficantes que além de
    perverter alguns companheiros ainda nos ameaçam. Senhores Deputados e Sindicalistas , nove horas de descanso noturno , mais os benefícios de uma viagem
    tranquila, com estradas e estadias decentes, segurança e pedágios justos
    resolvem o problema da Categoria, qto a fazer o exame anual, concordo
    em gênero número e Grau, mas comecemos marcar esses exames agora, pois
    corremos o risco de a lei ser aprovada e não termos conseguido
    realiza-los, não nos criem obrigações novas para encobertar o não
    cumprimento por parte dos TRES PODERES!   E aí Presidenta?    + PIBÃO =
    -BURACÃO

Deixe um comentário