Scania500K

Parabéns, mulheres

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Consorcio-Fenatran2024

No Dia Internacional da Mulher, a Revista Carga Pesada homenageia a todas, que estão cada dia mais presentes no transporte de carga

Marlene dirigiu pelo Brasil e Mercosul

Elas ainda são minoria nas estradas deste País e no comando das transportadoras e da indústria de caminhões. Mas a quantidade de mulheres atuando no setor de transporte de carga hoje é muito maior que há 39 anos, quando a Revista Carga Pesada foi criada.

Sempre houve desbravadoras. A própria revista foi fundada por uma mulher, a jornalista Dilene Antonucci. “Naquela época, éramos apenas eu e a Valdir, outra repórter que cobria o setor automotivo, no meio de um monte de homens”, recorda Dilene.

No cenário dos anos 1980, seria impensável uma mulher chegar ao topo hierárquico de uma montadora, como Karin Rådström.

A paranaense Vanessa Mariano

Hoje, elas espontaneamente furam a bolha masculina com mais facilidade. E também há movimentos buscando atraí-las, como o Rota Feminina, do qual também faz parte a Revista Carga Pesada.

Ele foi fundado por duas mulheres também desbravadoras, a empresária Fernanda Camargo Sarreta, que já foi vice-presidente da IC Transportes, e Suzana Soncin, ex-diretora do Scania Consórcio e hoje consultora em transporte por meio de sua empresa, a i9Exp.

A própria Mercedes-Benz criou o A Voz Delas com o mesmo objetivo: buscar mulheres para inserir no setor.

Ao mesmo tempo que elas passam a ocupar mais espaços nos escritórios também estão mais presentes nas boleias, dirigindo carretas extrapesadas e enfrentando a difícil realidade das estradas.

Em todos esses anos, a Revista Carga Pesada acompanha e destaca a presença da mulher caminhoneira, como é o caso da paranaense Vanessa Mariano, capa da edição digital de março de 2022.

A motorista de rodotrem Silmara Leonello dos Santos

E também da Marlene, que dirigia seu caminhão por todo o Brasil e em países do Mercosul, sempre ao lado do saudoso marido Eleseu Heinen, morto pela covid em 2022. Marlene foi presença constante durante muito tempo na Carga Pesada.

Quem também se destacou foi Silmara Leonello dos Santos, que aprendeu a dirigir com o pai aos 12 anos, e pilota um rodotrem de 74 toneladas. Ela foi capa da edição digital número 25, em 2021.

Neste Dia Internacional da Mulher, segue nossa homenagem a todas elas. Que a cada dia mais possam trazer sua contribuição para o transporte de carga.

São muito bem-vindas. Parabéns.

Truckscontrol
Compartilhar

Deixe um comentário