VWCO Gigantes

Diretor da Iveco ressalta variedade de combustíveis

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Consorcio-Fenatran2024

Ricardo Barion afirma que cada operação tem sua peculiaridade e, por isso, a necessidade de alternativas energéticas

A Iveco levou uma série de novidades para o estande da montadora no IAA Transportation 2022 em Hanover, entre elas, as versões elétrica, de células de combustível e a gás da Daily, e o caminhão 6×2 de células de combustível desenvolvido em parceria com a Nikola.

Em entrevista para o Grupo Carbono Zero, que reúne veículos de comunicação e jornalistas do setor de transportes na cobertura sustentável do evento, o diretor comercial da Iveco no Brasil, Ricardo Barion, defende a necessidade de diversos combustíveis. “Dentro do nosso estande, temos alguns tipos de combustíveis alternativos porque a gente entende que não existe um combustível certo para todas as aplicações.”

A Daily elétrica, segundo ele, começa a ser produzida na Europa ainda neste mês. Mas não tem data prevista para chegar ao Brasil. “Ainda temos uma fase de adaptação”, declara.

O veículo tem de uma a três baterias equipadas no chassis, permitindo uma autonomia que vai de 130 a 350 km. “O projeto é feito com algumas parcerias, mas a parte de desenvolvimento do motor é da própria FPT Industrial.”

Também está sendo mostrado no IAA um protótipo da eDAILY FCEV, veículo equipado com o sistema de célula de combustível de hidrogênio de 90 kW da Hyundai e motor elétrico de 140 kW. “Tem uma autonomia de 700 km”, conta.

Ele ressalta que se trata de uma solução ainda difícil de viabilizar comercialmente tendo em vista o custo do abastecimento. “Pode ser uma tecnologia para o futuro porque traz uma vantagem de autonomia”, destaca. E também tem o caráter sustentável do veículo. “Você injeta oxigênio e hidrogênio e ele gera energia e água”, afirma.

Sobre a Daily a gás, o diretor entende que “talvez” esta versão não se justifique no Brasil. “Em termos de rentabilidade para o cliente, o gás faz mais sentido em veículos com mais quilometragem. No rodoviário (longas distâncias) entendemos que faz mais sentido.”

A tecnologia a gás utilizada pela Iveco, de acordo com Barion, já atende os níveis de emissão do Euro 6, legislação ambiental que passa a ser obrigatória nos caminhões brasileiros a partir do próximo ano.

Cavalo 6×2 de célula de combustível, uma parceria entre Iveco e Nikola

Barion ressalta que, nesta segunda-feira (19), foi apresentada no IAA uma das grandes novidades da feira, o caminhão rodoviário 6×2 de células de combustível, resultado de uma join venture entre a Iveco e a Nikola. O veículo é equipado com cinco tanques de hidrogênio. “Enquanto um caminhão elétrico tem autonomia de 500 km, a autonomia deste lançamento é de 800 km”, conta.

Truckscontrol
Compartilhar

Deixe um comentário