Iveco - Criando Novos Caminhos

Ibor requalifica a frota com compra de 20 Volvo

1

A Ibor Transporte Rodoviário, de Juiz de Fora, vê “o cenário ainda mais seletivo” diante do aperto da concorrência e reforça a frota com a aquisição de lote da Treviso

Luciano Alves Pereira – Revista Carga Pesada

No Brasil, como é sabido, o setor de logística tem no transporte rodoviário de carga um de seus principais pilares. Tal conceito leva as empresas do ramo a não se descuidarem quanto à eficiência de frota. É o caso da Ibor Transporte Rodoviário, com sede em Juiz de Fora (MG) e filiais em outros dez municípios da região. Atenta ao importante aspecto, investiu pesado em 20 novos cavalos-mecânicos Volvo, modelo FH 460 6X2T HSLP. O lote chega em reforço à sua frota própria de cerca de 350 veículos de diversos portes.

Na ocasião da entrega, Luiz Antônio Bordim Júnior, diretor de operações da Ibor, explicou que “devido ao momento delicado de instabilidade política e econômica do país, o cenário apresenta-se ainda mais seletivo, estimulando constantemente a competitividade entre as empresas. Logo, nosso investimento preza por alcançar maior índice de resultado no cumprimento das demandas logísticas do setor industrial, pois uma frota renovada, conduzida por motoristas capacitados, se destaca e garante a sobrevivência e o crescimento nos tempos atuais”.

A aquisição ocorreu junto à Treviso, concessionária Volvo em Minas e Rio de Janeiro. Na opinião do Bordim Júnior, “a Volvo é símbolo de confiabilidade e segurança no mercado de transporte rodoviário de carga, possui um alto índice de disponibilidade em seus contratos de manutenção, garantindo atendimento e performance aos seus clientes”. Ele ressalta ainda que “a parceria da Ibor com a marca sueca está próxima de completar três décadas”.

A Ibor foi fundada em 1973 pelos irmãos Luiz Antônio e Pedro Paulo Bordim (este, falecido em 2007), descendentes de imigrantes italianos que se fixaram nas vizinhanças de Juiz de Fora, no então distrito de Goianá, município de Rio Novo. Adotaram a abreviatura de Ibor (Irmãos Bordim) e iniciaram no ramo de cereais. Na década seguinte migraram para a carga industrial, atendendo à demanda da Siderúrgica Mendes Júnior (hoje ArcelorMittal) local e da fabricante de autopeças Cofap, em Lavras (MG). Com o desinteresse dos herdeiros de Pedro Paulo em continuar no negócio, Luiz Antônio comprou a totalidade das quotas e dividiu a administração com os filhos.

A entrega do lote de 20 unidades Volvo descortina no horizonte o provável fim da estagnação vivida pelo país, que aos poucos, começa a ganhar fôlego e a abrir novas perspectivas. É o que confirma Clóvis Lopes: “A retomada está acontecendo de forma gradual”. Ele é diretor geral de Vendas da Treviso e no seu entender, “o empresário [em voltando às compras]precisa colocar na balança fatores como disponibilidade daquele caminhão, seu valor de revenda, horas de trabalho, economia de combustível e quanto depreciou com o passar dos anos”. Em resumo, a estrada não pode parar.

Compartilhar

1 comentário

  1. bruno dos santos silva on

    boa dia amigo a empresa de todos brasil tem muito caminhao novo vomo ver o salario do motorista
    eu presiso trabalha mais to parado ah 3 meses
    eu sou um proficional
    tem todos curso cnh AE so de maceio al
    trabalhei endrande empresa de sao paulo ok
    amigo tem um filho de 5ano
    sou casado que quiser mem contratar o meu tel 082:99817:4967 ok

Deixe um comentário