VWCO Agrishow

Mercedes-Benz Accelo 1016 tem maior valor de revenda

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Consorcio-Fenatran2024

Em levantamento da Agência Autoinforme, o leve foi o grande vencedor geral entre todos os modelos e categorias de caminhões

O Mercedes-Benz Accelo 1016 é o caminhão com o maior valor de revenda do Brasil entre todos os modelos e marcas do mercado. Além disso, é também o grande destaque em “Caminhão Leve”, categoria que já havia conquistado em 2019, 2020 e 2022. Dessa forma, conquistou duplo reconhecimento do “Selo Maior Valor de Revenda – Veículos Comerciais 2023”, conforme resultado anunciado, no último dia 18 de agosto, pela Agência Autoinforme.

Em sua 9ª edição, o selo Maior Valor de Revenda, baseado em estudo que leva em conta os três últimos anos de uso dos veículos, também premiou o Mercedes-Benz Accelo 1316 6×2 na categoria “Caminhão Médio”.

“O levantamento da Autoinforme apontou uma valorização de 50,8% para o Accelo 1016 depois de três anos de uso e de 49,4% para o Accelo 1316 6×2”, destaca Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Novamente, é um orgulho conquistar um reconhecimento tão importante como esse, num segmento muito competitivo como o de caminhões leves e médios. O valor de revenda é um diferencial dos produtos da nossa marca que ganha relevância no mercado. Com essa premiação, o cliente mostra que leva esse fator em conta quando escolhe um Mercedes-Benz, sabendo que seu investimento será bem aplicado”.

Um caminhão sempre à frente do seu tempo

“Quando a Mercedes-Benz lançou o Accelo, há 20 anos, tinha um grande desafio: dar continuidade ao sucesso do caminhão 710, o Mercedinho, um campeão de vendas e muito querido por autônomos, frotistas e motoristas do Brasil por qualidades como agilidade e robustez nas severas atividades da distribuição urbana e das curtas distâncias rodoviárias e rurais”, afirma Roberto Leoncini. “Desde sua chegada ao mercado, o Accelo já trouxe em seu DNA características consagradas dos leves da marca, além de sempre agregar força, tecnologia e um padrão ainda mais elevado de desempenho, economia, conforto e segurança”.

O Accelo inovou no mercado com o conceito de cabina home office, com interior parecido ao de um automóvel. Isso inclui vários porta-objetos, encosto reclinável tipo mesa, volante similar ao de um automóvel, coluna de direção regulável, cintos de segurança de três pontos, painel com computador de bordo e sistema de diagnose, vidros elétricos, espelho com regulagem elétrica, ar condicionado e cobertura de degraus.

“Outro destaque do Accelo está no fato de que esta foi a primeira linha de caminhões leves a comercializar o câmbio automatizado”, ressalta Roberto Leoncini. “Por isso, esse caminhão da nossa marca está sempre à frente de seu tempo, cada vez mais atualizado para atender às necessidades do mercado e oferecer mais valor ao cliente. Isso também é resultado do compromisso: As estradas falam, a Mercedes-Benz ouve e traz a solução”.

As categorias de caminhões leves e médios são muito competitivas, com um universo bastante diversificado de clientes, desde aqueles que focam mais o preço do veículo, como aqueles que fazem gestão de frota, olhando para o preço e também custos operacionais, investindo em tecnologias que trazem mais economia, conforto e segurança. Como decorrência, a linha Accelo tem produtos para cada perfil de cliente, seja com modelos básicos ou mais completos, como o top de linha com câmbio automatizado, cabina estendida, banco do motorista pneumático, tanque auxiliar de 150 litros, ar condicionado, vidro e espelhos com acionamentos elétricos e outros itens.

Accelo – mais potente, com a mesma confiabilidade e produtividade

A atual linha de caminhões Mercedes-Benz Accelo, que atende à legislação Proconve P8 (Euro 6), chegou ao mercado com nova denominação: os leves Accelo 817 e Accelo 1017 e o médio Accelo 1317 6×2. Eles são equipados com o motor mais robusto do mercado, o que é muito importante nas severas operações de distribuição urbana e na circulação no interior dos bairros. Além disso, os caminhões Accelo são indicados para viagens intermunicipais e transporte em áreas rurais, além de curtas distâncias rodoviárias.

“O motor OM 924 LA com tecnologia BlueTec 6 ganhou 5% de potência, oferecendo agora 163 cavalos. Além disso, o torque de 610 Nm se estende aos três modelos Euro 6”, diz Roberto Leoncini. “Isso se traduz em melhor desempenho e mais agilidade no trânsito das cidades e nas rodovias”.

O trem de força é um diferencial de mercado do Accelo. O motor Euro 6, sem EGR, preserva a robustez que os clientes já conhecem e aprovam. O mesmo se aplica ao novo câmbio Mercedes-Benz G70 de 6 marchas em duas versões: automatizada e manual com trambulação a cabo. Além de propiciar mais conforto ao condutor do veículo, o Mercedes-Benz G70 exige menor esforço do motorista e assegura economia no consumo de diesel devido à inteligência das trocas de marcha.

Ainda com relação ao trem de força, a embreagem com auxílio pneumático reduz em 45% o esforço do motorista no pedal, o que se traduz em conforto, praticidade e produtividade na condução do caminhão.

A linha Accelo 2023 ampliou o pacote de segurança dos caminhões, que passaram a contar com ESC (Controle Eletrônico de Estabilidade), luzes de frenagem de emergência (ESS) e auxílio de partida em rampa (HSA) na versão com câmbio automatizado. Piloto automático está disponível como opcional para o Accelo 1317 6×2, modelo indicado para curtas distâncias rodoviárias. Além disso, os caminhões Accelo vêm equipados com ABS (sistema antitravamento de rodas), ASR (controle de tração) e EBD (distribuição eletrônica de frenagem).

Os caminhões Accelo com tecnologia BlueTec 6 se destacam ainda pela otimização do TCO (Custo Operacional Total). Isso se reflete na redução de 10% a 15% no consumo de óleo lubrificante e na maior vida útil de componentes como filtro de ar (33% a mais) e filtro de ARLA (11%). Essas vantagens são potencializadas com a sincronização com os planos de manutenção do Accelo.

Selo atesta o melhor valor de revenda após três anos de uso

Desde 2015, o “Selo Maior Valor de Revenda – Veículos Comerciais” tem como objetivo classificar o índice de depreciação de veículos em diversas categorias, auxiliando distribuidores de veículos, fabricantes e gestores de frotas, além de bancos, financeiras e seguradoras, por ocasião da compra, venda ou avaliação de qualquer caminhão oferecido no País.

A premiação baseia-se em números e informações efetivas do mercado, tornando-a extremamente criteriosa e próxima da realidade do segmento de veículos comerciais. Esse reconhecimento dá segurança e confiabilidade no momento da escolha do veículo ideal para a demanda do transportador.

Na premiação deste ano, foram analisados os preços médios de produtos novos, veículos zero quilômetro, praticados em maio de 2020, comparando-os com os preços praticados em maio de 2023, ou seja, seus modelos correspondentes com três anos de uso.

LEIA TAMBÉM:

Mercedes-Benz oferece taxa de 0,99% ao mês para financiar caminhões

Accelo 1016

Accelo 1016 Accelo 1016 Accelo 1016

Truckscontrol
Compartilhar

Deixe um comentário